Saiba os riscos e benefícios de uma URL encurtada

Os encurtadores de URL têm feito sucesso entres usuários de redes sociais, donos de blogs, sites e demais áreas da internet. A ferramenta, como o próprio nome diz, é capaz de reduzir os caracteres presentes em URLs diversas, a fim de facilitar o seu compartilhamento.

Por | @BitdefenderBR Segurança digital

Os encurtadores de URL têm feito sucesso entres usuários de redes sociais, donos de blogs, sites e demais áreas da internet. A ferramenta, como o próprio nome diz, é capaz de reduzir os caracteres presentes em URLs diversas, a fim de facilitar o seu compartilhamento.

Popularizados graças ao surgimento do Twitter (devido à sua limitação de 140 caracteres nas mensagens postadas), os encurtadores trouxeram uma série de facilidades para o dia a dia do internauta. Entre elas, o fato de: criarem links, realmente, curtos; possibilitarem a criação de links personalizados; gerarem mecanismos de QR Code para o link encurtado e; exibir estatísticas da URL, como a quantidade de retweets que o link encurtado recebeu, por exemplo. Veja também Como saber se uma url encurtada é segura.

Somados aos pontos positivos, porém, a ferramenta também esconde certos perigos. Graças ao encurtador, a URL extensa dá a origem a um novo link, ou seja, a uma nova URL encurtada. Dessa maneira, o usuário já não é mais capaz de deduzir sobre o que o link se refere, já que, normalmente, a URL encurtada é composta por uma nova combinação de caracteres aleatórios.

Nesse contexto, surge, então, um verdadeiro problema de segurança na web. Afinal, nunca se sabe o que um link encurtado pode esconder, já que a nova URL pode conter desde o link original, até links fraudulentos.

Saiba os riscos e benefícios de uma URL encurtada

URL encurtada pode esconder ameaças

Devido ao fato de originar um novo link composto por caracteres aleatórios, a URL encurtada tem sido utilizada por usuários mal intencionados, na tentativa de disseminar ameaças virtuais. O perigo consiste no uso da URL encurtada para enganar outros usuários, redirecionando-os para sites maliciosos e, até mesmo, links capazes de contaminar máquinas com vírus ou cavalos de Tróia.

Casos como esse podem ser entendidos como uma técnica de Phishing, já que fazem uso de iscas na tentativa de induzir o acesso a páginas falsas. O pior, porém, ainda está no fato de que, grande parte das vezes, essas páginas são desenvolvidas a fim de capturar dados de forma fraudulenta, incluindo desde informações pessoais, a dados financeiros.

É claro que a técnica consiste em fraudes e golpes de cibercriminosos. Mas, além de tudo, ainda podem confundir outros usuários desavisados que, ingenuamente, colaboram com o compartilhamento do link malicioso por sua rede de contatos.

Saiba os riscos e benefícios de uma URL encurtada

URL encurtada: como se proteger de fraudes?

Para prevenir casos de contaminação por vírus ou acesso a sites indesejados, a recomendação é fazer uso de novos mecanismos capazes de descobrir o real destino da URL encurtada. As opções, portanto, têm a finalidade de analisar a URL encurtada e fornecer ao usuário o seu link original.

Citando algumas das melhores opções de encontradas na rede, é possível conferir sites como:

Graças a mecanismos como esses, é possível verificar a confiabilidade da URL, antes mesmo de clicar no link. Dessa forma, o usuário fica longe de ameaças, evitando invasões e danos diversos.

Para completar e ainda, reforçar a segurança de suas atividades online, é indispensável que o usuário também recorra ao download de um antivírus. Dessa forma, além de se prevenir, ele tem a garantia de estar protegido, caso aconteça algum descuido durante a sua navegação. 

Este artigo foi criado pela equipe Bitdefender Antivírus para uso exclusivo do blog Oficina da Net.

Mais sobre: segurança
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários