Dominar ou ser dominado pela tecnologia?

Pensar nas conquistas do homem pode nos dar orgulho de nossa espécie, mas perceber que o criado para nos auxiliar nas atividades da vida e do trabalho consegue nos dominar e nos faz escravos passivos é preocupante.

Por | @oficinadanet Tecnologia

Analisar as reais funcionalidades dos aparatos tecnológicos nos permitiriam evoluir em conhecimento, em amadurecimento e em socialização de forma espetacular, mas a evolução tecnológica tem produzido o emburrecimento de muitos. A aquisição do último smartphone, tablet ou veículo, frequentar/participar de feiras, eventos de tecnologias, cursos ou treinamentos caros faz com que acreditemos que nos tornamos mais sábios, inteligentes, especiais e irrepreensíveis quando abrimos a boca para pronunciar algo.

Dominar ou ser dominado pela tecnologia?

Vivemos um processo de retrocesso intelectual; o dinheiro é o chefe, e as aquisições, meios de sabedoria. Para alguns, a prosperidade financeira ou na carreira serve como indicador de que estão no caminho certo. As dificuldades indicam, para outros, que sofrem algum tipo de conspiração contra o sucesso, e algo precisa ser feito para não serem prejudicados; daí, surgem as malícias, invejas, falácias e “puxadas de tapete”.

Leia também:

Utilizar a tecnologia como instrumento de crescimento pessoal, como também o rico material das Ciências Exatas e das Humanas contidos na internet, pode nos tornar melhores. Todavia, a efetivação desse crescimento ocorrerá quando soubermos diferenciar as informações importantes das diversas, o essencial do desnecessário, a falha nossa e a dos outros (em sua maior parte, somos nós os causadores dos erros...). Sem esse roteiro, teremos a sensação de que todo o mundo na Terra, no céu, nas galáxias e no inferno está contra nós, enquanto o cisco ou viga estiverem nos olhos, travando as engrenagens da mente.

Sejamos sóbrios com o uso da tecnologia. Existe um mundo que precisa de conhecedores de tecnologia e que ensinem aos demais a otimizar o tempo, a poupar recursos, a gerar novos pensadores e idealizadores de projetos - pessoais, sociais ou políticos. Há centenas de recursos de baixíssimo custo capazes de direcionar mudanças na sociedade na qual estamos inseridos.

Apêndice

  • Emburrecimento - De acordo com o Priberam: Ato ou efeito de emburrecer, ou tornar ou ficar burro ou estúpido.
  • Socialização: Significa aprendizagem ou educação, no sentido mais amplo da palavra; aprendizagem essa que começa na primeira infância e só termina com a morte da pessoa. A socialização implica na adaptação a certos padrões culturais existentes na sociedade, ou seja, é a tendência para viver em sociedade, é a civilidade (conjunto de formalidades, observadas entre si pelos cidadãos, quando bem educados).
  • Falácia - De acordo com a Wikipédia: O termo falácia deriva do verbo latino fallere, que significa enganar. Designa-se um raciocínio errado com aparência de verdadeiro. Na lógica e na retórica, uma falácia é um argumento logicamente sem fundamento, inválido ou falho na tentativa de provar o que alega. Argumentos que se destinam à persuasão podem parecer convincentes para grande parte do público, apesar de conterem falácias, mas não deixam de ser falsos por causa disso.

Você lembra de como a vida era antes da internet ser parte integrante da nossa vida? A equipe do Oficina da Net falou sobre isso em ONCAST #05 - O que mudou a Internet? Confira!

Mais sobre: tecnologia smartphone tablet
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo