Eixo da Lua está alterado, saiba o motivo

A partir das pesquisas, os especialistas identificaram que estes pontos de gelo se encontram em posições opostas no astro, com isso, é possível traçar uma linha reta entre um ponto gelado e outro, e assim, cruzar o centro da Lua.

Por | @oficinadanet Ciência

Estudos indicam que o eixo da Lua pode ter sido modificado em 6 graus, e a razão de tudo isso, a grande atividade vulcânica há 3 bilhões de anos. Conforme uma pesquisa, que foi publicada nesta semana na revista Nature, os vulcões acabaram esquentando somente um lado do astro, o que alterou a massa e a estrutura interna. O ato fez com que a Lua sofresse uma mudança, e com isso, começo a girar em um eixo diferente.

A equipe de pesquisadores, que é liderada por Mattew Siegler, do Instituto de Ciências Planetárias no Arizona, analisou a Lua e conseguiu identificar a existência de gelo em crateras lunares vizinhas aos polos, que são locais de constante sombra.

A partir das pesquisas, os especialistas identificaram que estes pontos de gelo se encontram em posições opostas no astro, com isso, é possível traçar uma linha reta entre um ponto gelado e outro, e assim, cruzar o centro da Lua.

Eixo da Lua está alterado, saiba o motivo

Leia também:

Eles ainda calcularam a distância entre os pontos e os polos norte e sul atuais e chegaram a conclusão que as distâncias são as mesmas, porém, em sentidos opostos.  "Seria como se o eixo da Terra passasse da Antártida para a Austrália", explicou Siegler.

A razão para que isso ocorre foi uma intensa atividade vulcânica em um dos lados da Lua, que se encontrava de face para a Terra. As atividades dos vulcões teria feito com que o equilíbrio que forma o eixo planetário esquentasse o manto da Lua, e com isso, causando um distúrbio no giro da Lua. Vale ressaltar que a mudança não ocorreu de um dia para outro, mas sim, de forma gradual durante bilhões de anos.

"A região de Procellarum era mais ativa geologicamente na história lunar primitiva, o que implica que esse deslocamento polar começou há bilhões de anos atrás", afirma o pesquisador.

Siegler acredita que a água existente na Lua possa ter vindo de um sistema fora da Via Láctea, em consequência com a proximidade com o Sol. "O gelo da Lua pode ser uma cápsula do tempo da mesma fonte que originalmente forneceu água para a Terra. Esse é um registo que não temos aqui graças às diversas modificações da Terra. Esse gelo tão antigo pode nos dar pistas e resposta a esse grande mistério", disse o pesquisador.

Mais sobre: lua sol terra
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo