Processo de inversão de polaridade do campo magnético do Sol repercutirá em todo o Sistema Solar

Processo de inversão de polaridade do campo magnético do Sol, que ocorre a cada 11 anos está a caminho e dentro dos próximos 3 a 4 meses esse processo se completará, tendo essa mudança repercussão em todo o Sistema Solar.

Por | @oficinadanet Ciência

Um processo que ocorre a cada 11 anos, está a caminho e nos próximos três a quatro meses, o campo magnético do Sol completará uma inversão de polaridade, assunto esse que já ouvimos falar em dezembro de 2012, onde até mesmo comentaram na destruição do planeta; mas como podemos perceber, ainda estamos aqui e esse não é o primeiro processo de inversão de polaridade do Sol. Mas o que isso causará? De acordo com o físico solar, Todd Hoeksema, da Universidade de Stanford – Califórnia, EUA, “esta mudança terá repercussão em todo o Sistema Solar”, foi o que disse para a agência espacial.

O que é inversão de polaridade?

É a troca de posição norte e sul, é quando o dínamo magnético interno do Sol se reorganiza, sendo conhecida como “Máximo Solar”, onde as erupções de energia podem aumentar os raios cósmicos e ultravioletas que chegam a Terra, podendo interferir nas comunicações de satélites, de rádio e afetar a temperatura do nosso planeta.

Processo de inversão de polaridade do campo magnético do Sol repercutirá em todo o Sistema Solar
Polaridade de sistema solar

Para outro físico solar de Stanford, Phil Scherrer, disse ele que: “Os campos magnéticos polares do Sol de debilitam, ficando a zero e depois emergem novamente com a polaridade oposta, sendo essa a parte regular do ciclo solar”.

Esse processo pode atingir até mesmo a heliosfera, se estendendo a bilhões de quilômetro, além de Plutão, atingindo até mesmo as sondas Voyager, que foram lançadas ao espaço em 1977 e que hoje se encontram no umbral do espaço interestelar.

Mais sobre: Sol sistema solar inversão de polaridade
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo