O PROCON de São Paulo, órgão de defesa ao consumidor, ganhou em primeira instância o direito de suspender as vendas da empresa B2W, esta que é responsável pelo comércio eletrônico da Americanas, Shoptime e Submarino, a determinação deve-se ao fato da empresa descumprir o princípio básico do comércio virtual, a entrega dos produtos comprados.

A suspensão será de 72 horas e a decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado nesta quinta-feira, no entanto, a empresa possui prazo de 15 dias para recorrer da decisão. Assim sendo, a punição só acontecerá após o período do recurso.

A empresa, que está sendo acusada por reincidência de prática de não entregar produtos aos consumidores, terá ainda que pagar uma multa de R$ 1.744.320,00. Conforme informações do próprio PROCON,  houve um aumento de 246% de queixas de consumidores em relação ao relação ao segundo semestre do ano passado. Em 2010, o número de reclamações chegou a 1.479, enquanto no mesmo período desse ano, já conta com 3.635 queixas.

A empresa B2W ainda não manifestou-se sobre a decisão. Para Andrea Sanchez, diretora de programas especiais do PROCON, esta decisão foi necessária porque a empresa já foi ré em 11 processos administrativos entre 2004 e 2011, estes que resultaram em multa. "Como as multas não estão conseguindo ajustar a conduta da empresa a punição foi necessária. O volume das operações não pode significar aumento dos problemas. Se a empresa se compromete com um prazo, ela tem que cumprir", diz Andrea.

De acordo com o PROCON, os consumidores que se sentirem lesados, como em caso de problemas com entrega de produto e serviços, devem procurar um dos postos do Procon-SP no Poupatempo Sé, Santo Amaro e Itaquera das 7h às 19h, de segunda à sexta-feira, e sábado, das 7h às 13h. Nos postos dos Centros de Integração da Cidadania (CIC), o atendimento acontece de segunda à quinta-feira, das 09h às 15h. Os consumidores também podem fazer reclamações pelo telefone (11) 3824-0717 ou enviar cartas para a Caixa Postal 3050, CEP 01031-970, São Paulo-SP.