A Walt Disney e o YouTube fecharam um acordo relativo a produção de conteúdos audiovisuais. A nova fusão pretende ampliar a participação na rede, afirmou o jornal "The New York Times".

A novidade chegou após um mês o jornal "The Wall Street Journal" ter publicado que o maior site de vídeos iria investir mais de 100 milhões de dólares na produção de conteúdos próprios para TV.

De acordo com informações do jornal, as duas companhias deverão investir um valor significativo no novo empreendimento.  Estima-se que entre 10 milhões e 15 milhões de dólares serão depositados para produzir séries de televisão próprias.

Os conteúdos produzidos poderão ser vistos através do YouTube e também do próprio site da Disney. No mesmo local também serão exibidos vídeos caseiros selecionados entre todos os publicados diariamente.

"É óbvio que vamos onde está nossa audiência'" disse ao jornal o copresidente da Disney Interactive, James Pitaro, acrescentando que "a ideia é levar o legado de contar histórias da Disney a uma nova geração e nas plataformas que elas preferem".