O Google lançou esta semana o Projeto Google+1, que é certamente uma resposta ao Facebook, maior rede social do mundo e um concorrente cada vez mais claro do Google. No entanto, um dia após o lançamento da rede social, o maior site buscas foi obrigado a desativar a opção de convidar mais usuários para participar da plataforma.

De acordo com a declaração do vice-presidente de engenharia do Google, Vic Gundotra, o Google precisou encerrar prematuramente a opção de adicionar mais usuários devido a grande demanda de novos perfis.

O relações públicas do Google Brasil, Felix Ximenes, declarou que a nova plataforma da empresa não é uma rede social, como muitos afirmam, no entanto, o novo serviço possui muita semelhança com sites como Facebook, seu maior concorrente.

Após acessar o site, o usuário, se assim desejar, pode convidar outras pessoas para fazerem parte de sua rede e ainda, há possibilidade de classificá-los conforme a origem do novo contato.

Os usuários da nova plataforma podem escolher qual tipo de notificação pretendem receber por e-mail, pois, receber todas as atualizações dos perfis de sua rede pode não ser a melhor ideia.

Quem ainda não conseguiu fazer parte da nova "rede social" do Google, precisará esperar mais um pouco até que a empresa resolva ativar novamente o serviço.