Com uma semana de Copa do Mundo, faltam modelos de televisores de LED de 32 polegadas nas lojas brasileiras.
 
A TV de LED é um aparelho que tem tela mais fina que o televisor tradicional com monitor de cristal líquido (LCD, na sigla em inglês) e possui maior qualidade de cor, graças a mais de uma centena de LEDs (diodo emissor de luz) nas bordas. A TV possui a tecnologia mais moderna entre as disponíveis nas grandes redes varejistas e seu preço é 50% maior que o de um televisor de LCD comum com as mesmas dimensões.
 
"Está faltando TV de LED de 32 polegadas", conta o supervisor geral das Lojas Cem, José Domingos Alves. Em junho, a rede varejista, que tem 181 lojas espalhadas nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná, viu as vendas dobrarem em relação a maio e uma ampliação de 70% nos volumes na comparação com a última Copa.
 
Adelino Colombo, presidente das Lojas Colombo, com 342 pontos de venda em vários Estados, diz que está difícil fazer novas encomendas para a indústria. "As vendas de junho estão surpreendendo", afirma Colombo, que registra neste mês crescimento de 10% no faturamento em relação a igual período de 2009, após ter crescido 8% em maio na comparação anual e 11,8% no primeiro quadrimestre do ano.
 
No Grupo Pão de Açúcar, que é dono das redes varejistas de eletrodomésticos Extra Eletro e Ponto Frio, as vendas de televisores cresceram 115% nos dez primeiros dias deste mês em relação a igual período de 2009. A meta da companhia, que era ampliar em 110% o volume de negócios com TVs, já foi superada. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.