Oficina da Net Logo

Objeto misterioso no espaço pode ter sido enviado por outra civilização

De acordo com os cientistas, o Oumuamua "pode ser uma sonda totalmente operacional enviada intencionalmente à vizinhança terrestre".

Por | @oficinadanet NASA Pular para comentários

De acordo com dois cientistas do Centro de Astrofísica de Harvard, o “Oumuamua”, objeto interestelar descoberto no Havaí no ano passado, pode ter sido enviado à Terra por serem de outra civilização espacial. A hipótese foi levantada em um artigo publicado na última semana, quando tentavam explicar a aceleração do objeto.

Os astrofísicos admitiram a possibilidade de que a rota do Oumuamua possa ter sido direcionada, e não aleatória. “Pode ser uma sonda totalmente operacional enviada intencionalmente para as proximidades da Terra por uma civilização alienígena”, dizem.

Objeto misterioso no espaço pode ter sido enviado por outra civilização.Objeto misterioso no espaço pode ter sido enviado por outra civilização.

"Considerando uma origem artificial, uma possibilidade é a de que 'Oumuamua é uma vela de luz, flutuando no espaço interestelar como um resíduo de um equipamento tecnológico avançado", disseram os pesquisadores no artigo. Leia em destaque: 10 tecnologias da NASA que estão no nosso dia a dia.

"Lanças de luz com dimensões semelhantes foram projetadas e construídas por nossa própria civilização, incluindo o projeto IKAROS e a Iniciativa Starshot. A tecnologia lightsail pode ser usada abundantemente para o transporte de cargas entre planetas ou entre estrelas”, diz ainda.

De acordo com eles, o Oumuamua "pode ​​ser uma sonda totalmente operacional enviada intencionalmente à vizinhança terrestre por uma civilização alienígena", mesmo que este cenário seja considerado “exótico”.

O artigo foi escrito pelo pesquisador de pós-doutorado Shmuel Bialy e pelo professor Abraham Loeb, diretor do Instituto de Teoria e Computação do CfA.

Outros estudos ainda sugerem que objetos semelhantes a Oumuamua" poderão entrar em nosso sistema solar, alguns transportando vida.

"A probabilidade da panspermia galáctica é fortemente dependente da sobrevida dos supostos organismos, bem como da velocidade do transportador", de acordo com um artigo publicado no The Astronomical Journal de Manasvi Lingam e no já mencionado Loeb.

"Velocidades entre 10 e 100 km s-1 resultam nas maiores probabilidades. No entanto, devido à grande sobrevida, mesmo objetos de hipervelocidade viajando a mais de 1.000 km s-1 têm uma chance significativa de captura, aumentando assim a probabilidade de panspermia ", dizem ainda os pesquisadores.

Agora, o Oumuamua está se afastando do Sol a uma velocidade de cerca de 70.000 mph, em direção à parte externa do sistema solar. Em aproximadamente quatro anos, irá passar a órbita de Netuno, a caminho do espaço interestelar.

Fonte: FoxNews

MAIS SOBRE: #espaço  #sonda  #objeto  #extraterrestre
Comentários
Carregar comentários
  • PARTICIPE DA NEWSLETTER

    As novidades de tech no seu
    e-mail, inscreva-se grátis ;)