Explorando o Apple Arcade

Com diversos títulos exclusivos, o Apple Arcade foi lançado esse ano e promete inovar na área dos jogos. O Oficina da Net fez a assinatura do serviço e mostrou como funciona.

Explorando o Apple Arcade

A Apple lançou em setembro deste ano uma novidade para os viciados em games: o Apple Arcade. Com ele, o usuário apenas precisa pagar uma taxa mensal para ter acesso a inúmeros jogos dos mais variados gêneros - e que não possuem cobranças extras depois de baixados.

De acordo com o vídeo divulgado pela própria Apple, os jogos disponibilizados na assinatura buscam fugir um pouco do mainstream. Isso não significa que não haverá jogos de tiro, corrida ou que seja, mas a ideia é que desenvolvedores de jogos produzam seus games exclusivamente para a Apple Arcade e fujam do convencional.

Apesar de fazer parcerias com companhias famosas de games, o Apple Arcade não inclui jogos já existentes no mercado. Mas ao mesmo tempo, os títulos desenvolvidos para a plataforma são encontrados apenas nela.

Algumas empresas que desenvolveram games para o Apple Arcade são a Annapurna Interactive, Bossa Studios, Cartoon Network, Finji, Giant Squid, Klei Entertainment, Konami, LEGO, Mistwalker Corporation, SEGA, Snowman, entre outros.

O site oficial da Apple ainda mostra que mais de 100 games serão adicionados à lista da assinatura em breve.

Como eu acesso o Apple Arcade?

Apesar de muitos acharem que se trata de outro aplicativo, ele está dentro da App Store e pode ser acessado por qualquer dispositivo Apple. É só procurar pela aba Arcade na App Store - ou o ícone de um controle gamer.

Ele funciona exatamente como a App Store: te mostra os principais títulos, recomendações pra você e games adicionados recentemente. Para quem já está acostumado com a loja de aplicativos da maçã, o Apple Arcade é totalmente intuitivo.

Apple Arcade pode ser acessado pela App Store, na aba Arcade.
Apple Arcade pode ser acessado pela App Store, na aba Arcade.

É importante ressaltar que o Apple Arcade é uma novidade do iOS 13. Então, qualquer dispositivo - inclusive Apple TV - com tvOS 13, iOS 13 e iPadOS 13 pode jogar.

Além disso, o usuário pode migrar entre dispositivos sem perder seu progresso e jogar off-line.

Explorando o Apple Arcade

Bom, vamos ao que interessa: o que o Apple Arcade tem a oferecer? A versão mostrada aqui é a para Macbook e está em espanhol.

Como mostrado na imagem acima, a página inicial do serviço tenta te convencer a assina-lo. Vamos descer a página e ver o que ela oferece.

É possível explorar jogos por categoria.
É possível explorar jogos por categoria.

Primeiro, é possível explorar os jogos por categoria como na App Store. Ao clicar em Ação, por exemplo, abre uma janela falando qual a principal característica desse tipo de game e mostrando os principais títulos desta área.

Jogos de ação requerem habilidade, segundo o Apple Arcade.
Jogos de ação requerem habilidade, segundo o Apple Arcade.

No fim da página há também uma animação com os títulos disponíveis na Apple Arcade e um botão "ver todos os jogos". Ao clicar neste botão, é possível ver os novos lançamentos. O Oficina da Net acessou essa página no dia 8 de novembro e, então, pôde ver títulos lançados antes disso.

É possível ver, por ordem cronológica, quais títulos estão sendo adicionados ao Apple Arcade.
É possível ver, por ordem cronológica, quais títulos estão sendo adicionados ao Apple Arcade.

Mas vamos ao que interessa: jogar! Como sabia que iria provar o um mês grátis (mais detalhes abaixo) da assinatura, busquei um jogo que me interessasse pra baixar e ver como funciona. Foi o caso do Murder Mystery Machine, da Blazing Griffin.

Murder Mystery Machine foi o jogo escolhido para ser testado.
Murder Mystery Machine foi o jogo escolhido para ser testado.

Depois de clicar em "provar grátis" fui levada a uma série de páginas pedindo meu login da Apple, depois confirmando meus dados e por fim autorizando a renovação da assinatura mensal automática (depois de terminado meu mês grátis).

Após concordar com tudo, o jogo foi baixado.

Período teste de um mês grátis.
Período teste de um mês grátis.

Críticas

Aí já entram as críticas ao Apple Arcade. Após baixar o jogo e voltar para a página inicial, não há nenhum espaço de "meus jogos" - como o Origin por exemplo oferece.

Dessa forma, para poder jogar, eu precisei pesquisar pelo game baixado, entrar em sua página e então clicar em "jogar".

Claro, não é um esforço gigantesco, mas pensando em uma pessoa que baixou diversos games e não consegue lembrar o nome todos, um espaço "meus jogos" seria bem útil.

Após a assinatura do serviço, a página inicial do Apple Arcade muda. Não há um espaço
Após a assinatura do serviço, a página inicial do Apple Arcade muda. Não há um espaço "meus jogos" para que o usuário possa ver o que baixou.

Outra crítica a ser feita foi a falta de sincronia entre dispositivos. Após baixar o jogo no meu Mac e acessar o Apple Arcade no meu celular, nada apareceu. Como todos os dispositivos estão sincronizados - na teoria - pensei que apareceria uma notificação perguntando se eu gostaria de baixar o mesmo jogo no celular, por exemplo. Mais uma vez tive que pesquisar pelo game e baixa-lo.

Depois, quis tentar compartilhar minha assinatura com a minha família... mas a imagem com as informações desapareceu. Apenas depois de entrar nas configurações e ver o que estava compartilhado com a família que vi que estava acionado.

Mas quando pedi para um membro da minha família tentar acessar o Apple Arcade e ver se já estava sincronizado, mas mais uma vez, nada. Aparece para a pessoa que ela precisa assinar um mês grátis, mesmo minha assinatura estando compartilhada.

O jogo

Vamos ao jogo! Logo de cara já percebi que meu computador começou a esquentar... muito! Tenho o MacBook Pro versão 2018 de 256GB. Encerrei o jogo depois de menos de 30 minutos de gameplay e vi que a bateria tinha diminuído drasticamente - algo em torno de 50%.

Gameplay do Murder Mystery Machine.
Gameplay do Murder Mystery Machine.
Como se não bastasse, o jogo travou. Eu conseguia acionar os menus, mas ficou travado em uma tela e não conseguia sair dela. Foi quando decidi sair e reiniciar.

Não sei se é do game ou se de repente há algo de errado com a minha máquina, mas eu diria que o Apple Arcade ainda não está 100%.

Bom, pelo menos a parte em que o jogo é retomado de onde o usuário parar em todos seus dispositivos é verdade! Após encerra-lo no computador, fui inicia-lo no celular e lá estava tudo como eu tinha deixado.

E as propagandas?

Como dito anteriormente, a ideia do Apple Arcade é fazer com que o usuário pague apenas uma mensalidade e não precise mais colocar a mão no bolso em nenhum momento. Isso inclui tanto compras dentro do app para auxiliar no desempenho do jogo quanto para tirar propagandas.

Ou seja: não há propagandas nos jogos!

Preço e disponibilidade

O Apple Arcade já está disponível em mais de 150 países que possuem acesso a App Store. Seu preço varia de país para país, sendo que no Brasil, o preço da assinatura é de R$9,90 por mês.

Por esse valor, até seis membros da família podem jogar. Para isso é preciso que um dos membros faça a assinatura.

Apple Arcade
Assinatura do Apple Arcade está disponível por R$9,90 por mês.

Sobre o período de teste grátis, apenas alguns avisos: como praticamente todos os serviços do mesmo tipo, após o fim do período de um mês a assinatura é cobrada automaticamente. A Apple alerta que, para encerrar o período de teste sem pagar o valor de uma assinatura depois, é preciso cancela-la por meio das configurações do ID Apple com até um dia antes do vencimento.

Melhores celulares Xiaomi para comprar agora

Conteúdo relacionado

Black Friday 2021: cuidado com as falsas promoções de celulares
Celulares

Black Friday 2021: cuidado com as falsas promoções de celulares

Com a Black Friday chegando, muita gente considera esse o momento certo para trocar de celular por conta dos baixos preços. O Oficina da Net separou esse guia para você entender que não é bem assim!

Apple considerou lançar um serviço de streaming de jogos como o xCloud
Games

Apple considerou lançar um serviço de streaming de jogos como o xCloud

Segundo informações, a Apple parece ter considerado lançar um serviço de streaming de jogos para concorrer com plataformas como xCloud e Google Stadia.

Trilha sonora de Death Stranding Director's Cut será lançada dia 1º de outubro
Games

Trilha sonora de Death Stranding Director's Cut será lançada dia 1º de outubro

Kojima Productions, estúdio responsável por Death Stranding, anuncia o lançamento da trilha sonora da versão para PS5 do jogo, a Director's Cut. Confira!