Oficina da Net Logo

Respawn bane mais de 16.000 cheaters do Apex Legends

Respawn disse ainda que caso os jogadores não consigam capturar as provas, ao menos informem os IDs dos supostos cheaters, assim a desenvolvedora conseguirá investigar melhor os casos.

Por | @oficinadanet Games Pular para comentários

Apex Legends, que foi lançado a menos de duas semanas, e fazendo grande sucesso no mundo todo, está enfrentando alguns problemas. Segundo a desenvolvedora do game Respawn Entertainment, já foi necessário banir mais de 16 mil cheaters do jogo.

A revelação foi feita pela Respawn através de um post de atualização no Apex Legends sub-Reddit, em que solicitou que a comunidade tentasse capturar as provas de cheaters, através de uma captura de tela ou mesmo um vídeo, e que o material fosse reportado à desenvolvedora.

Respawn disse ainda que caso os jogadores não consigam capturar as provas de trapaça, ao menos informem os IDs dos supostos cheaters, assim o desenvolvedor conseguirá investigar os casos.

Respawn bane mais de 16.000 cheaters do Apex Legends.Respawn bane mais de 16.000 cheaters do Apex Legends. Leia em destaque: Lançamentos de games da semana (18/03 a 24/03).

No game ainda não há um recurso específico para reportar os cheaters, mas Respawn disse que “é uma boa ideia”. Por conta disso, quem tiver alguma denúncia deve ser realizar através deste link.

"Os cheaters são péssimos", escreveu Respawn no post do Reddit. Um dos cheaters capturados responde pelo nome de Mengiez. Durante a sua própria transmissão, os espectadores perceberam que Mengiez estava usando um wallhack para vigiar onde os seus oponentes estavam, mesmo quando estavam protegidos. O streamer conseguiu acertar vários tiros com precisão, mesmo quando o terreno estava bloqueando a pontaria. Mengiez acabou sendo banido e o seu canal derrubado.

Mesmo com todas as dificuldades em Apex Legends, os jogadores não devem recorrer a fraudes, já que isso acaba degradando toda a experiência do jogo.  

E você já passou por casos de cheat no game? 

Fonte: DigitalTrends

Comentários
Carregar comentários