Oficina da Net Logo

LEGO fabrica linha sustentável de peças com matéria-prima brasileira

As peças sustentáveis são produzidas a partir do polietileno que é obtido através do etanol, o qual tem origem da cana-de-açúcar.

Por | @fsbeling Games Pular para comentários

As primeiras peças sustentáveis de LEGO desenvolvidas com matéria-prima ecologicamente correta chegam as lojas ainda neste ano.

A fabricante dinamarquesa em um comunicado informou que o polietileno de origem vegetal, encontrado na cana-de-açucar, é a base para o desenvolvimento das peças e quem em breve, vai representar algo em torno de 2% do total de itens produzidos.

A empresa ressalta que as primeiras unidades de peças constituídas a partir do plástico verde, serão aquelas relacionadas a temática botânica, com folhas, troncos, plantas e arbustos. A iniciativa da empresa faz parte de um programa de sustentabilidade da LEGO, que estabeleceu meta de lixo zero até o ano de 2030, em que a maioria da produção deve ser originada de plástico sustentável.

Neste caso, a companhia vem utilizando o polietileno que é obtido através do etanol, que tem origem da cana-de-açúcar, para fabricação das peças ecológicas da LEGO. A empresa ressalta que as plantações são sustentáveis e que todo o processo segue padrões rigorosos de manutenção do meio ambiente. Leia em destaque: Lançamentos de jogos da semana (12/11 a 18/11).

Fabricadas a partir do polietileno que é obtido através do etanolFabricadas a partir do polietileno que é obtido através do etanol

Leia também:

Contudo, a LEGO afirma que embora as peças sustentáveis sejam originárias da cana-de-açúcar, devem conter as mesmas características físicas, tanto em relação a coloração quanto a textura de peças produzidas a partir de matéria-prima derivada do petróleo.

A empresa diz no comunicado “Vamos seguir garantindo que duas peças de LEGO fabricadas em décadas distintas continuem podendo se encaixar”. Em quase sete décadas de fabricação, está é a primeira mudança significativa na composição de peças feitas pela LEGO, porém positiva, com o uso de polietileno de origem vegetal, reduzindo em até 70% a pegada ecológica de um produto.

MAIS SOBRE: #LEGO  #sustentabilidade
Comentários