Crytek processa estúdio de Star Citizen

Briga judicial na produção de Star Citizen, motor gráfico é o motivo.

Por | @viniischulz Games

A Crytek, é conhecida pela série de jogos Crysis e pelo motor gráfico CryEngine, e recentemente a empresa deu início a um processo legal contra a Cloud Imperium Games e a Robert Space Industries, empresas que estão desenvolvendo o game Star Citizen.

O processo foi aberto devido a quebra de contrato e de direitos autorais referentes ao uso do CryEngine, que originalmente está sendo usado como motor para Star Citizen. No ano passado, a Robert Space Industries anunciou a mudança de motor, partindo para o Lumberyard da Amazon, que é baseado no CryEngine da Crytek. O documento com a queixa foi entregue ao Tribunal da Califórnia, podendo ser consultado aqui.

O que a Crytek alega é que a troca de motor feita pela Robert Space Industries, viola o contrato, alegando que de acordo com o mesmo, Star Citizen seria desenvolvido exclusivamente no CryEngine, e que o motor do jogo seria promovido juntamente com o game. Quanto aconteceu a mudança, todas as menções ao CryEngine foram removidas dos materiais promocionais de Star Citizen.

Segundo o contrato, o CryEngine deveria ser usado para desenvolver um único jogo, o que não ocorreu, pois a Crytek alega que Squadron 42, jogo single-player desenvolvido pela Robert Space Industries será vendido separadamente de Star Citizen, algo que vai contra o contrato estabelecido.

O acordo entre as empresas era de que a Robert Space entregasse também, uma base anual de correções de erros e otimizações para o CryEngine. A Crytek relata que contactou o estúdio, alegando que o mesmo estava faltando com as obrigações mais do que uma vez. A empresa também diz que apesar da troca de motor, a base de Star Citizen, continua a ser desenvolvida no CryEngine.

Star Citizen.Star Citizen.

Um representante da Cloud Imperium Games e da Robert Space Industries, respondeu as alegações da Crytek, com a seguinte declaração:

"Estamos conscientes da queixa preenchida pela Crytek no Tribunal dos Estados Unidos. A CIG não usa o CryEngine há algum tempo, desde que fizemos a troca para o Lumberyard da Amazon. Este é um processo legal sem mérito e do qual nos vamos defender vigorosamente, incluindo recuperação da Crytek de quaisquer custos envolvidos no assunto.” (via Polygon)

O desenvolvimento do game só foi possível através de um crowdfunding, e inclusive bateu todos os recordes na história dos videogames, arrecadando mais de $173 milhões. Quanto ao processo judicial, deve-se esperar que leve bastante tempo para ser resolvido, como normalmente ocorre em casos deste tipo.

DEIXE SEU COMENTÁRIOComente aqui
Últimas em Starcitizen
    Assine a nossa newsletter

    COMENTÁRIOS

    COMENTÁRIOS

    Comentários