Facebook começa a ofertar anúncios em realidade aumentada

Os primeiros testes já começaram a ser feitos, com poucas empresas selecionadas para a experiência, como a Michael Kors, Sephora, a Bobbi Brown, Pottery Barn, Wayfair e King.

Por | @oficinadanet Facebook

O Facebook iniciou uma fase de testes de uma nova ferramenta direcionada para anunciantes. Assim, as empresas irão conseguir proporcionar aos futuros clientes uma sensação mais real na hora de provar um acessório, tudo isso através da realidade aumentada.

Durante a conferência F8, o Facebook anunciou que iria trazer anúncios em Realidade Aumentada (AR) no Messenger, porém, ao que tudo indica a atualização irá chegar no feed também. Os primeiros testes já começaram a ser feitos, com poucas empresas selecionadas para a experiência, como a Michael Kors, Sephora, a Bobbi Brown, Pottery Barn, Wayfair e King.

Facebook começa a ofertar anúncios em realidade aumentada .Facebook começa a ofertar anúncios em realidade aumentada .

Leia também:

“As pessoas tradicionalmente precisam ir às lojas para fazer isso. As pessoas ainda amam essa experiência, mas gostariam de experimentá-la em casa, então isso preenche a lacuna.”

O Facebook, Snapchat e Instagram já usam AR há algum tempo em suas máscaras divertidas, porém, esta é a primeira vez que uma aplicação desse tipo será voltada para ações de Marketing. Por enquanto não temos novas informações se será possível experimentar acessórios ou mesmo algum tipo de roupa.

De acordo com o The Verge, o Facebook comprou o aplicativo de filtros de realidade aumentada MSQRD em 2016, e tem investido bastante em novos filtros diretamente nos recursos da câmera do Facebook e também Messenger.

A companhia de Mark Zuckerberg também tem investido em funcionalidades para empresas que vendem produtos através do Instagram. No mês passado, por exemplo, a rede social incluiu o recurso de compras no Instagram Stories para algumas marcas selecionadas, como Gap e Old Navy. A intenção é expandir o recurso para mais marcas até o final do ano.

Para completar, não sabemos quando as lojas brasileiras começarão a testar a novidade e nem quando será disponibilizada para todos.

Certamente, uma excelente iniciativa de Mark Zuckerberg, já que os usuários clamam por novidades.

 

+ Notícias
Comentários
 
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail