Qual a diferença entre um meteoróide, meteoro, meteorito, asteroide e cometa?

Para quem gosta de observar o céu noturno, alguns corpos celestes podem gerar dúvidas sobre a nomenclatura. Entenda de uma vez por todas, qual a diferença entre um meteoroide, meteoro, meteorito asteroide e cometa.

Por Ciência Pular para comentários

Desde o tempo dos nossos ancestrais, somos fascinados pelo céu noturno. São inúmeras estrelas, planetas, astros celestes, que nem sabemos normalmente por onde começar, quando vamos observar o céu numa noite sem nuvens. O problema é quando você vê uma luz andando pelo céu, até desaparecer. Afinal, era um meteoro, meteorito, meteoróides, asteroides ou um cometa? 

Se você já viu uma estrela cadente ou um raio de luz à noite, saiba que pode não ter sido uma estrela. Em vez disso, você testemunhou um meteoro queimando na atmosfera da Terra.

Então, qual é a diferença entre meteoros, meteoróides e meteoritos? Depende da sua localização:

  • Meteoróides estão no céu.
  • Os meteoritos já pousaram na Terra.
  • Os meteoros estão caindo na Terra quando se quebram na atmosfera.

Então eles começam como um meteoroide no céu. Após, eles caem e deixam um rastro de luz, neste momento ele é um meteoro. Em seguida, quando pousa na Terra, chamamos de meteorito.

DiferençasDiferenças

Meteoróides ainda estão no espaço

MeteoróideMeteoróide

Em termos de localização, os meteoróides estão fora do nosso planeta. Esses destroços metálicos ou pedregosos e viajam pelo espaço sideral - alguns direcionados para a Terra. Os meteoróides são menores que os asteróides, e contêm menos água e gelo que os cometas.

Como os meteoróides estão no sistema solar, eles podem interferir nas operações das espaçonaves. É por isso que o Escritório de Meio Ambiente Meteoróide (MEO) da NASA considera o risco de meteoróides além da órbita da Terra.

Como mencionado anteriormente, é um meteoróide até entrar na atmosfera da Terra. Neste ponto, onde os meteoróides entram na atmosfera, eles se tornam meteoros ou "estrelas cadentes".

Meteoros já entraram em nossa atmosfera

MeteoroMeteoro

Quando você observa uma chuva de meteoros no céu, eles estão queimando na atmosfera da Terra. Durante uma chuva de meteoros, freqüentemente chamamos meteoros de "estrelas cadentes".

Os meteoros brilham no céu por causa da atmosfera da Terra. Eles costumam deixar um rastro de luz na direção em que estão viajando. Aliás, as chuvas de meteoros estão entre os eventos astronômicos mais bonitos que podemos observar no céu noturno.

A maioria dos meteoros nunca chega à Terra, e se despedaça na atmosfera. Mas os que chegam ao chão, são chamamos de "meteoritos".

Meteoritos atingiram o solo

MeteoritoMeteorito

Os meteoritos são meteoros que conseguiram chegam até ao solo terrestre sem sumir na descida. Por exemplo, a Cratera Barringer, no Arizona, é um artefato antigo de um meteorito. Meteoros como este são os mais abundantes. 

Quando você olha para a lua, você pode ver todos os impactos que os meteoros causaram na superfície dela. Nos primórdios da Terra, a Terra tinha o mesmo número de impactos de meteoros. Então, por que podemos ver tantos meteoros na Lua, mas não na Terra?

Uma das principais diferenças é a quantidade de água que temos na Terra. Como a Terra é principalmente composta de água , não vemos muitos meteoritos atingirem a Terra. Mas, e os que caem em terra? Ao longo dos anos, o desgaste, a erosão e a perda de massa eliminaram muitas crateras, montanhas e terrenos.

Meteoroides, Meteoros e Meteoritos

Todos os planetas giram em torno do sol em uma eclíptica solar. Eles viajam no mesmo plano no sentido anti-horário. Isto também acontece com os meteoros e cometas.

Os meteoritos são remanescentes quando todos os planetas estavam se formando. Alguns deles ainda pousam no planeta hoje em dia. Ao datar meteoritos, descobrimos que as rochas mais antigas têm normalmente cerca de 4,5 bilhões de anos.

Estudamos e contamos meteoritos que caem no gelo da Antártida, porque são os mais fáceis de encontrar. A maioria destes acaba em museus, ou são vendidos para colecionadores.

O que é um cometa, e qual a diferença dele para um asteroide?

Cometas também são formados na mesma época que asteróides, e são sobras da formação do nosso sistema solar. No entanto, a maior diferença entre um asteróide e um cometa é do que eles são feitos. Os cometas são corpos gelados, ao contrário dos asteróides rochosos. Porque eles se formaram em distâncias maiores do Sol que os asteróides. Os asteróides se formaram em direção às regiões internas do nosso sistema solar, onde as temperaturas eram mais quentes. 

AsteroideAsteroide

Como resultado, apenas rocha ou metal podem permanecer sólidos sem derreter. Os cometas têm uma estrutura sólida e central, que é conhecida como núcleo. Os núcleos dos cometas são compostos de uma fusão de rocha, poeira, gelo de água, dióxido de carbono congelado, monóxido de carbono, metano e amônia. É por isso que eles são popularmente descritos como "bolas de neve sujas".

 

CometaCometa

 

Os cometas também possuem uma atmosfera estendida gravitacionalmente não ligada em torno de seu núcleo central. Esta atmosfera tem partes denominadas de coma (a parte central imediatamente ao redor do núcleo) e a cauda (uma seção tipicamente linear consistindo de poeira ou gás expelido do coma pela leve pressão do Sol, ou pelo plasma de vento solar). No entanto, os cometas extintos que passaram perto do Sol, muitas vezes perdem quase toda sua massa de gelo e poeira voláteis, e podem se assemelhar a pequenos asteróides.

O número de cometas conhecidos é de um pouco mais de 4.017, mas, provavelmente, deve chegar a mais de um trilhão de cometas orbitando nosso Sol, no Cinturão de Kuiper, e até mesmo mais distante Nuvem de Oort.

Quando um cometa passa perto do Sol, aquece e começa a liberar gases, um processo chamado de liberação de gás. Isso produz uma atmosfera visível, e às vezes também uma cauda, ??que pode esticar a unidade astronômica. Se suficientemente brilhante, um cometa pode ser visto da Terra sem a ajuda de um telescópio.

Compartilhe com seus amigos:
Priscilla Kinast
Priscilla Kinast Estudante de Ciência e Tecnologia na UFRGS - Universidade Federal do RS, apaixonada por inovações tecnológicas, mistérios da ciência, bem como filmes e séries de ficção científica
FACEBOOK // INSTAGRAM: @priscillakinast // TWITTER: @prkinast
Quer conversar com o(a) Priscilla, comente:
Carregar comentários
Quantos celulares a Motorola tem em linha?
5(14,68%)
10(58,66%)
15(11,33%)
20(7,41%)
26(7,92%)