Panamera 4 E-Hybrid, o esportivo com autonomia de até 50km no modo elétrico

Porsche Panamera 4 E-Hybrid, com dois motores, 462 cv e autonomia de até 50km no motor elétrico.

Por | @viniischulz Carros autônomos

O sedan esportivo da Porsche chega ao Brasil com preços a partir de R$529 mil, o carro conta com um motor V6 biturbo 2.9 de 462 cavalos, câmbio PDK de oito velocidades e pode andar até 50 quilômetros no modo elétrico.

O carro é equipado com dois motores, um a combustão e outro elétrico e atinge incríveis 462 cavalos de potência combinados, contando também com um sistema de suspensão a ar adaptável, com amortecedores pneumáticos e ajustáveis, chamado de Porsche Active Suspension Management (PASM), o veículo ainda tem tração integral ativada por embreagem multidisco, que é regulada eletronicamente e sistema de transmissão Porsche Doppelkupplung (PDK) de 8 velocidades.

Porsche Panamera 4 E-Hybrid.Porsche Panamera 4 E-Hybrid.

Preços


Panamera 4 E-Hybrid - R$529.000,00
Panamera 4 E-Hybrid Sport Turismo - R$542.000,00
Panamera 4 E-Hybrid Executive - R$554.000,00
Panamera Turbo S E-Hybrid - R$1.233.000,00
Panamera Turbo S E-Hybrid Sport Turismo - R$1.212.000,00
Panamera Turbo S E-Hybrid Executive - R$ 1.242.000,00

O motor a combustão do Panamera 4 E-Hybrid é um V6 biturbo de 2.9 litros, 4 válvulas por cilindro e tem 330 cv, com 5.250 á 6.500 RPM. O torque máximo do Panamera aparece abaixo dos 1.750 RPM e vai até 5.000 RPM, com 450 Nm ele se mostra um carro muito forte, com potência no arranque e até em altas rotações. Já o motor elétrico tem 136 cv e torque de 400 Nm de potência, os dois motores funcionam de forma combinada, gerando os 462 cv a 6.000 RPM com torque máximo de 700 Nm até 4.500 RPM.

Atingindo velocidade máxima de 278 km/h o Panamera 4 E-Hybrid vai de 0 a 100 km/h em 4.6s, graças a combinação de seus motores, conjunto de tração e câmbio PDK. É possível também rodar apenas com o motor elétrico, caso você opte por um deslocamento sustentável, o carro tem autonomia de 50 quilômetros e atinge uma velocidade máxima de 140 km/h.

A bateria do híbrido da Porsche pode ser recarregada de duas formas, a primeira é com o carro em movimento e acontece durante as desacelerações e frenagens, já a segunda é a convencional, feita através da tomada. Com um carregador universal com potência de 3,6 kWh que acompanha o veículo é possível carregá-lo em uma tomada doméstica de 220 V e 20 amperes, o bateria leva cerca de quatro a oito horas para ser carregada por completo.

Carregamento pode ser feito em tomadas domésticas.Carregamento pode ser feito em tomadas domésticas.

Como opcional o cliente pode adquirir um carregador com potência de 7,2 kWh, que acompanha um plug de tomada industrial de cinco pinos, carregando a bateria então em apenas duas horas. Durante o carregamento o Panamera 4 E-Hybrid conta com um sistema de fábrica de climatização, resfriando ou aquecendo o interior do veículo durante o carregamento.

Todos os modelos do Panamera 4 E-Hybrid acompanham o pacote Sport Chrono de fábrica, esse pacote implica em vários sistemas de consumo, condução e potência. Os modos disponíveis são o E-Power, Hybrid Auto, E-Hold e E-Charge, além dos modos Sport e Sport Plus, que estão presentes outras linhas da Porsche.

No modo E-Power, caso haja carga na bateria, a partida do Panamera 4 E-Hybrid é dada apenas pelo motor elétrico. Já o Hybrid Auto é um modo de direção totalmente novo, onde o Panamera alterna e combina entre as fontes de propulsão de forma automática.
O E-Hold é um modo que possibilita a manutenção no estado de carga atual da bateria, para que seja possível trafegar no modo elétrico em determinado trecho, ou por determinada distância. No modo E-Charge, o motor a combustão gera uma potência mais alta do que a efetividade necessária, desta maneira carregando a bateria do motor elétrico.

Leia também:

Os modos Sport e Sport Plus, levam o Panamera 4 E-Hybrid a seu desempenho máximo, no modo Sport a carga da bateria é mantida em níveis mínimos, o suficiente para ativar o E-Boost. Já no modo Plus a performance é priorizada e o carro trabalha com os dois motores no máximo, a bateria é recarregada o mais rápido possível com o auxílio biturbo V6.

O Panamera tem como destaque o seu cockpit, que tem detalhes muito requintados atrelados a funcionalidade e tecnologia, o Porsche Advanced Cockpit é um sistema de fábrica com painéis sensíveis ao toque e displays configuráveis individualmente. A diferença entre as outras linhas e o Panamera 4 E-Hybrid é o Power Meter, que é destinado às operações híbridas. 

Painel Panamera 4 E-Hybrid.Painel Panamera 4 E-Hybrid.

Como elemento principal deste sistema, temos uma tela touch de 12,3 polegadas, que atua como central operacional, no caso específico do Hybrid, através dela é possível receber informações referentes ao assistente de Boost e o assistente Hybrid, além de níveis de consumo, bateria, carga disponível e etc.

Mais sobre: porsche panamera panamera4
Share Tweet
Recomendado
Siga no instagram
Comentários