Segurança nas redes sociais - Parte I

Há tempos vinha pensando em escrever algo sobre o que está na moda nas mídias sociais e os problemas de segurança relacionados, enfocando o questionamento sobre as redes sociais e a manutenção, de forma segura ou não, ou exclusão das contas. É isso que esta série se propõe. Então, vamos lá!

Por | @oficinadanet Segurança digital

Há tempos vinha pensando em escrever algo sobre o que está na moda nas mídias sociais e os problemas de segurança relacionados, enfocando o questionamento sobre as redes sociais e a manutenção, de forma segura ou não, ou exclusão das contas. É isso que esta série se propõe. Então, vamos lá!

As redes sociais criadas virtualmente foram/são fundamentais para a troca de informações, contatos e encontro de pessoas. Isso é inegável, pois quem já não encontrou antigos amigos e colegas no Orkut?! Porém, junto com elas vem o afetamento da privacidade e coisas que eram restritas/privadas acabam tornando-se públicas: é o efeito normal de ?abrir? determinados comportamentos e informações na web.

Tem uma abordagem interessante sobre isso no Blog Coisas e Boas, aqui, e também uma pesquisa com inúmeros dados sobre os hábitos dos brasileiros perante as mídias sociais. Veja:

Hábitos de uso e comportamento dos internautas brasileiros em mídias sociais


https://www.oficinadanet.com.br//imagens/coluna/2360//redes_sociais.jpg
Aliás, as redes sociais afetam os relacionamentos de uma forma bastante geral, principalmente no trabalho. Assim, tanto podem ser usadas para o ?bem? quanto para o ?mal?. Segundo divulgado, no Empreendendorismo e Inovação, em 2009 no Estado de São Paulo os órgãos públicos liberaram, por Decreto do Governo do Estado, os acessos às redes sociais, tais como o Orkut, Twitter, Facebook etc, justamente tentando abranger e atender parte da população acostumada a usá-las.

Aí vemos um uso útil e público das redes sociais. Mas e quando elas se tornam perigosas ou desnecessárias? Vejam uma notícia, de 2009, sobre as redes sociais serem o principal alvo dos hackers naquele ano.

Pessoalmente, durante estes dois últimos anos, à frente do Curso de Crimes Praticados pela Internet no Rio Grande do Sul, vi/ouvi inúmeras situações citadas pelos alunos. Dentre elas, as imensa quantidade de informações que eles postavam no Orkut, inclusive com telefones celulares de contato, endereços residencial e comercial etc., e, depois das aulas iniciais, explicando-lhes os problemas e riscos, vários ou acabavam restringindo as informações ou deletando a conta, fazendo, então, o chamado "suicídio virtual". Aliás, acrescento um dado apenas: muitos deles sequer haviam feito uma pequena pesquisa pelo nome (entre aspas) no Google e se surprendiam com as informações que achavam sobre si. A propósito, você ja fez isso?
Colocando isso e em face de sempre haver a pergunta "como faço para deletar a minha conta do twitter, do orkut, do facebook?", pretendo, neste e nos próximos posts tratar disto, motivo pelo qual estarão numerados e referenciados. Vou procurar fazer isso do específico para o geral, pois existem ferramentas que ajudam a se livrar dessas redes sociais sem ir para o site específico.
Hoje vou referenciar como cometer o chamado "orkuticídio", que você poderá fazer sem que isso afete os outros serviços agregados do Google (ah ? você não sabe quais os serviços que usa do Google então veja no Dashboard, faça o login e verifique tudo o que a empresa citada sabe sobre você!).

Para deletar o orkut você pode ir para este link, acessar sua conta e encaminhar a exclusão da sua conta, conforme imagem abaixo.

https://www.oficinadanet.com.br//imagens/coluna/2360//orkutdelete_thumb5.png

Como você pode ver na imagem, há a orientação para clicar no link chamado "Excluir minha conta", bem como, após feito o procedimento, não acessar novamente a conta, que estará em processo de exclusão, pois essa ação "poderá restaurar a conta". Mas se você não quiser deletar a conta, porém torná-la mais segura e com menos exposição das informações, a sugestão é que vá em ?configurações? e depois em "privacidade" (veja imagem abaixo) e restringir todas as permissões que lhe convierem, principalmente o que as pessoas podem visualizar em termos de fotos, vídeos, recados etc. Caso você queira ver outras orientações veja o que escrevi sobre o assunto no ano passado e leia http://www.emersonwendt.com.br/2009/06/para-quem-gosta-de-entrar-no-orkut-ou.html do que podes publicar ou não no seu perfil do Orkut (são apenas sugestões!). Também, o Guia do PC elaborou um tutorial sobre como proteger suas imagens nas redes sociais. Veja aqui.

https://www.oficinadanet.com.br//imagens/coluna/2360//td_orkutsettings3.png

Bom, você foi vítima de um perfil falso ou subtraíram sua conta do Orkut, você também pode ler sobre como proceder clicando aqui.

Bom, por hoje é só. Se fosse dar uma opinião, sugiro que sigam o caminho do meio, ou seja, restrinjam as informações e testem o uso assim. Caso mesmo assim não se adaptem, sugiro que sigam para o ?suicídio virtual?. No próximo post da série falarei das configurações e exclusão da conta do Twitter.

Texto publicado, originalmente, no site O Melhor do Marketing.

Recomendado
Siga nas redes
Mais compartilhados
O QUE LER EM SEGUIDA
Comentários
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar