A Apple mantém dados secretamente sobre você, confira como descobrir

Assim como Google, Facebook e outras gigantes da tecnologia, a Apple mantém dados sobre você em segredo, mas você pode descobrir quais são eles.

Por Apple Pular para comentários
A Apple mantém dados secretamente sobre você, confira como descobrir

A Apple se apresenta como a mais preocupada com a privacidade das grandes empresas de tecnologia e, na verdade, faz todo o possível para coletar menos dados do que seus rivais. Em particular, a Apple conhece suas informações de cobrança e todos os bens físicos e digitais que você comprou, incluindo compras de músicas, filmes e aplicativos.

A Apple usa várias técnicas para minimizar a quantidade de dados que possui ou criptografá-los para que ninguém tenha acesso ao iMessages e comunicações pessoais semelhantes.

A Apple consegue coletar um mínimo de dados graças a venda de hardware e serviços, e não através de publicidade.

Como funciona a coleta de dados da Apple?

Para coletar menos dados, a Apple tenta fazer o máximo de trabalho possível em seus dispositivos, mesmo que isso às vezes signifique que os algoritmos não estejam tão bem ajustados, o processamento seja mais lento ou o mesmo trabalho seja feito em vários dispositivos.

As fotos são um exemplo disso. Mesmo que você armazene suas imagens no iCloud, a Apple realiza o trabalho de identificação facial, agrupamento, identificação e marcação de imagens no dispositivo Mac ou iOS, e não nos servidores.

Alguns dos dados mais confidenciais que seu dispositivo coleta, incluindo sua impressão digital ou ID do rosto, permanecem no dispositivo.

O que a Apple sabe sobre você?

Mapas

Embora a Apple precise fazer processamento na nuvem, são necessárias várias etapas para proteger a privacidade. Primeiro, a identificação e o gerenciamento de locais importantes, como sua casa e trabalho, são feitos no dispositivo. E as informações de localização que são enviadas para a nuvem estão vinculadas a um código identificador exclusivo, em vez da identidade de um indivíduo específico - e esse identificador muda com o tempo.

Informações de localização

Além do Maps da Apple, outros aplicativos, incluindo alguns da Apple, podem usar dados de localização com permissão do usuário. A Apple está adicionou novas opções no iOS 13:

  • A capacidade dos usuários compartilharem sua localização com um aplicativo apenas uma vez, em vez de fornecer acesso contínuo.
  • Para aplicativos que fazem uso rotineiro do local em segundo plano, a Apple também permite que os usuários revisem um mapa dos locais que esses aplicativos estão visualizando, para que possam decidir se essas são as informações que realmente desejam compartilhar.
Email

Se você receber seu e-mail fornecido pela Apple (via icloud.com, mac.com etc.), a empresa armazenará seu e-mail e o verificará em busca de spam, vírus e pornografia infantil, como é comum no setor. O e-mail também será disponibilizado para a aplicação da lei quando a Apple receber um mandado legal.

iCloud

Essa é a área em que a Apple armazena potencialmente as informações mais pessoais, embora não as utilize para publicidade ou outros fins comerciais. Os backups do iCloud podem incluir mensagens, fotos e e-mail da Apple, embora a Apple enfatize que não analisará as informações e as entregará apenas a outras pessoas se for por força judicial.

Mensagens

As mensagens da Apple são criptografadas de ponta a ponta, para que apenas o remetente e o destinatário possam vê-las - não a Apple, nem uma operadora ou qualquer outro intermediário. No entanto, se você fizer backup de suas mensagens no iCloud, uma cópia será mantida nos servidores da Apple; portanto, se você perder o dispositivo e precisar substituí-lo, poderá restaurá-los. Os usuários podem fazer um backup criptografado usando o iTunes em um Mac ou PC.

Safári

Se você usa o navegador Safari da Apple, a Apple armazena seus favoritos vinculados ao seu ID Apple; eles são criptografados, mas a Apple possui uma chave. Desde o iOS 13 e o Catalina MacOS, o histórico de navegação do Safari é totalmente criptografado e a Apple não tem acesso.

Há também dados que vão para os parceiros de pesquisa da Apple. Google é o padrão, mas você também pode escolher Yahoo, Bing ou DuckDuckGo. Você também pode optar por enviar cada pressionamento de tecla enquanto digita na barra de pesquisa, ativando o preenchimento automático ou apenas enviar os dados quando pressionar "enter".

Siri

Muitos dispositivos da Apple têm um chip que está ouvindo a palavra de alerta "Hey Siri", mas é somente nesse ponto que a Apple começa a gravar o áudio. Alguns comandos, como o que vem a seguir em sua programação, podem ser processados ​​localmente, enquanto outros são enviados para os servidores da Apple. A Apple não vincula esses dados diretamente ao ID Apple de uma pessoa, mas usa um identificador exclusivo. Um usuário pode redefinir esse identificador, mas a Siri perderá a personalização adquirida.

Segundo a Apple, "as gravações de voz do usuário são salvas por um período de seis meses, para que o sistema de reconhecimento possa utilizá-las para entender melhor a voz do usuário. Após seis meses, outra cópia é salva, sem seu identificador, para uso da Apple na melhoria e desenvolvendo a Siri por até dois anos."

Apple Pay

A Apple não armazena suas informações de pagamento ou registro de compra como parte do Apple Pay (possui histórico e informações de pagamento para suas compras da Apple). Os comerciantes do Apple Pay recebem um token, não as informações reais do cartão de crédito.

TV e Música

A Apple conhece as músicas, programas e aplicativos que você compra. Além disso, para oferecer o recurso do aplicativo de TV que permite aos usuários continuar de onde pararam em vários shows, aplicativos e dispositivos múltiplos e fazer recomendações personalizadas, a Apple captura e armazena o histórico de visualizações. Mas a empresa diz que notifica os usuários, armazena o mínimo de dados possível pelo menor tempo possível e permite que os usuários optem por não participar (embora isso impeça que alguns recursos funcionem totalmente).

Como descobrir o que a Apple sabe sobre você?

O processo de solicitação de dados pode ser feito de praticamente qualquer dispositivo Apple e leva apenas alguns minutos.

1. Comece visitando a página de gerenciamento Apple ID da Apple e fazendo login na sua conta Apple ID.

A Apple mantém dados secretamente sobre você, confira como descobrir

2. Em seguida, role para baixo até a seção Dados e privacidade, e clique em Gerenciar seus dados e privacidade.

A Apple mantém dados secretamente sobre você, confira como descobrir

3. Confirme seu ID Apple.

A Apple mantém dados secretamente sobre você, confira como descobrir

4. Clique em Introdução, na seção Obter uma cópia dos seus dados.

A Apple mantém dados secretamente sobre você, confira como descobrir

5. A próxima tela apresentará uma lista de categorias de dados. Selecione quais dados você deseja baixar e clique em Continuar quando terminar.

A Apple mantém dados secretamente sobre você, confira como descobrir

6. A próxima página solicitará que você selecione um tamanho de arquivo fácil de gerenciar, e a Apple dividirá seus dados em arquivos desse tamanho.

A Apple mantém dados secretamente sobre você, confira como descobrir

Depois de concluir o processo, a Apple começará a trabalhar em sua solicitação. De acordo com a empresa, pode levar até sete dias para que sua solicitação seja concluída. Quando seus dados estiverem prontos, a Apple enviará um e-mail ao seu ID Apple com instruções para baixar e visualizar seus dados.

Recomendação do editor:

Comentários:
Carregar comentários