CADASTRE-SE

Cientistas escoceses acreditam que existam vidas em outros planetas

26 10 comentário(s) Redação (@oficinadanet)

De acordo com simulações realizadas por cientistas escoceses, o sistema criado por eles, poderá indicar a existência de diversos planetas habitáveis em sistemas solares distantes do nosso

De acordo com simulações realizadas por cientistas escoceses, o sistema criado por eles, poderá indicar a existência de diversos planetas habitáveis em sistemas solares distantes do nosso. Até o presente momento, os cientistas da Universidade de Aberdeen, declaram que as estimativas sobre o número de planetas habitáveis eram baseadas na probabilidade de que houvesse água na superfície desses planetas.

O simulador que é baseado em um modelo científico permite que os estudiosos identifiquem planetas com água subterrânea mantida em seu estado normal ou por geração de calor próprio.

Vale lembrar que entre os astrônomos a tese é de que, para existir água em forma líquida, o planeta precisa estar a uma distância de sua estrela, chamada assim de “zona habitável”, porque planetas muito próximos de seu sol perdem a água de sua superfície por meio da evaporação; já a água presente na superfície de planetas que orbitam regiões mais distantes de seus sóis, sendo assim mais frias, transformando-se em gelo.  

Para tudo isso, o simulador escocês quer apontar, justamente, os planetas distantes que possuem tais reservatórios subterrâneos de água líquida com a possibilidade de desenvolver vida alienígena.

O estudo realizado pelos cientistas escoceses foi apresentado durante o British Science Festival, em Aberdeen.



Recomendamos:
 
Comentários:



TOPO