Como será o rosto humano daqui a 100.000 mil anos?

Estudo revela como será a face humana daqui a 100.000 mil anos.

Por | @oficinadanet Ciência

No decorrer dos anos a fisionomia do homem mudou bastante. Um exemplo disso aconteceu entre 800.000 e 200.000 anos atrás quando alterações no clima acabaram coincidindo com a triplicação do tamanho do cérebro e do crânio humano, o que fez com que houvesse um estreitamento no rosto.

E agora, com os grandes inventos tecnológicos e introdução cada vez mais cedo de aparelhos funcionais na vida irá mudar o rosto de uma pessoa? Pensando nisso, o artista e pesquisador Nickolay Lamm e o geneticista computacional da Universidade Washington Alan Kwan se uniram para estudar e projetar o rosto de como pareceremos daqui a 100.000 anos.

De acordo com eles, no futuro, em função da tecnologia de engenharia de genoma zigótico, será possível controlar a biologia e a evolução humana. Deste modo, será possível controlar a evolução humana e também fazer com que a biologia se adapte às necessidades humanas.

No entanto, uma das previsões para o futuro da face humana é o aumento da testa, algo que já vem acontecendo desde o século 14. Para Kwan, daqui a 60.000 anos, a habilidade de controlar o genoma humano também terá efeito no que diz respeito às características faciais.  “O destino dos rostos humanos será determinado pelos gostos”, afirma a pesquisa.

A tendência é que os olhos fiquem maiores e a pele será mais pigmentada. No que diz respeito a estética, “a  face humana estará inclinada para características que os seres humanos acham atraentes: linhas fortes, nariz retos, olhos profundos e simetria perfeita entre os lados direito e esquerdo”, diz o estudo.

Pensando já em uma vida fora da Terra, o rosto humano terá que se adaptar, assim, os olhos serão maiores, por ter menos contato com a luz. As narinas ficarão maiores com a finalidade de facilitar a respiração fora do planeta. Os cabelos também serão mais densos, para que a cabeça fique mais aquecida.

Conforme Kwan, as tecnologias usadas no corpo, como Google Glass, estarão ainda presentes, no entanto, por meio de lentes. O estudo diz que daqui a 100.000 anos as pessoas estarão todas conectadas  às tecnologias, porém, de uma forma tão sutil que não atrapalhe a aparência “perfeita” humana.

Veja as ilustrações desenvolvidas por Nicklay Lamm:

Como será o rosto humano daqui a 100.000 mil anos?

Rosto de homem e mulher normal.

 

Como será o rosto humano daqui a 100.000 mil anos?

Em 20.000 anos a cabeça ficará mais comprida. As pupilas amarelas representam as lentes conectadas ao mundo tecnológico.

 

Como será o rosto humano daqui a 100.000 mil anos?

Em 60.000 anos a cabeça ficará ainda mais comprida e a pela pigmentada.

 

Como será o rosto humano daqui a 100.000 mil anos?

Em 100.000 anos os olhos serão ainda maiores. A pele pigmentada, olhos com lentes e sensores nas orelhas para uma interação maior com a tecnologia.

Mais sobre: humano ciencia futuro
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo