Oficina da Net Logo

Facebook autoriza que franceses investiguem processos de moderação

Investigação terá início no próximo ano. Ainda não sabemos quais as consequências para o Facebook.

Por | @oficinadanet Facebook Pular para comentários

O Facebook irá colaborar na análise de termos de moderação pelo governo francês. No início do próximo ano, os regulares franceses irão lançar uma investigação informal sobre a moderação humana e também a baseada em algoritmo. O Facebook deve colaborar e fornecer acesso sem precedentes a seus processos internos.

A situação está de acordo com conversas informais entre os principais executivos do Facebook e também do governo francês. O ex-vice-primeiro-ministro britânico e vice-presidente de assuntos globais e comunicações do Facebook, Nick Clegg, divulgou o programa durante uma recepção no almoço no Eliseu.

Facebook autoriza que franceses investiguem processos de moderação.Facebook autoriza que franceses investiguem processos de moderação.

“É nesse contexto significativo e bem-vindo que o governo francês e o Facebook vão anunciar uma nova iniciativa", disse Clegg. "Esse modelo de co-regulação do setor público de tecnologia é absolutamente fundamental." Leia em destaque: Como baixar vídeos do Facebook sem programas [ATUALIZADO 2018].

De acordo com o Presidente francês Emmanuel Macron, a regulamentação tecnológica pode ser resumida em três palavras: inclusão, confiança e cooperação. No final, ele ainda disse que precisa haver um terceiro modo de regulamentar a tecnologia, não a chinesa e nem a americana.

Durante a vistoria, os reguladores irão analisar várias etapas, incluindo como a sinalização funciona, como o Facebook identifica o conteúdo com problema, como o Facebook decide o que é problemático ou não e o que ocorre quando o Facebook remove um post, vídeo ou imagem.

A investigação será aprofundada justamente para ver se o Facebook está fazendo tudo de modo correr. A grande questão é que os governos estão solicitando resultados e as redes sociais precisam lidar com tais questões por conta própria.

Não sabemos ao certo quem será o responsável pelas investigações. O que se sabe é que a investigação não ficará restrita a conversas com as equipes de moderação e observação de diretrizes. O governo francês pretende encontrar um viés algoritmo e testar conjuntos de dados contra as ferramentas de moderação automatizadas da rede social de Mark Zuckerberg.

Agora, nos resta aguardar as próximas informações de como a investigação irá proceder e também quais as consequências disso tudo.

Fonte: ThechCrunch

Você tem Telegram? Então inscreva-se grátis aqui no canal do Oficina da Net e recebe todas as notícias pelo mensageiro.

Comentários
Carregar comentários