NASA abre vaga para proteção planetária

NASA está contratando um funcionário para contribuir com a proteção do planeta. Apenas cidadãos americanos podem se candidatar.

Por | @fsbeling Ciência

A NASA abriu uma vaga para quem deseja contribuir para proteção do planeta contra ameaças alienígenas e também de outros planetas que venham a ameaçar à Terra. A agência espacial acaba de abrir uma vaga para funcionário de proteção planetária. 

Precisa ser cidadão americanoPrecisa ser cidadão americano

Na verdade, isto é muito comum em agências de exploração do espaço que geralmente contam com gabinetes de proteção espacial onde funcionários trabalham em regime part-time ou compartilham funções. Atualmente, existem apenas duas agências, uma delas é a própria NASA e a outra é a Agência Espacial Europeia, ambas exercem atividades em turno integral.

Ao site Business Insider, Catharine Conley, que trabalha no gabinete de proteção espacial da NASA desde 2014 disse:

“Esta nova vaga é o resultado da relocação de um cargo que eu agora desempenho no Gabinete de Segurança e Garantia de Missão, uma entidade técnica independente que existe dentro da NASA”. 

O cargo foi criado em 1967 depois dos Estados Unidos terem assinado um Tratado com a União Soviética e o Reino Unido sobre os Princípios que Regem as Actividades dos Estados na Exploração e Utilização do Espaço Exterior, incluindo a Lua e Outros Corpos Celestes. O respectivo tratado rege que qualquer missão espacial existente tem uma em 10 mil chances de ser contaminada pelo espaço alienígena.

Este seria o motivo pelo qual o gabinete de proteção da Terra da NASA tem de viajar para centros de investigação do espaço em todo o mundo e analisar sondas espaciais. O funcionário que exerce a função precisa cuidar para que as sondas que aterram os planetas não sejam contaminadas por elementos terrestres.

Precisa ter ocupado uma vaga de destaque no governo por um anoPrecisa ter ocupado uma vaga de destaque no governo por um ano

Mas para se candidatar a vaga é preciso ter experiência de no mínimo um ano como funcionário do governo exercendo uma função de destaque, além de conhecimentos avançados em proteção planetária e formação avançada em engenharia, matemática ou física.

A função exige capacidades de diplomacia, uma vez que a exploração espacial gera altos custo que geralmente são divididos entre vários países. Conforme Business Insider, a NASA necessita de alguém que "demonstre competências diplomáticas onde todos saiam a ganhar durante discussões multilaterais que podem ser difíceis e complexas”,

Seguindo uma ordem executiva assinada em 1976, pelo presidente Gerald Ford somente cidadãos americanos podem se candidatar a nova vaga aberta pela NASA.

Mais sobre: NASA
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.