O Perfil das Provas de Informática em Concursos

68 6 comentário(s) Redação (@oficinadanet)

Outra mudança significativa é a questão da generalização do conteúdo. Os softwares de edição de textos, planilhas eletrônicas e de apresentações, que quase nunca ficam de fora, sempre especificavam o uso dos softwares da suíte da Microsoft (Word, Excel e PowerPoint), mas veja que agora os mesmos não são citados diretamente. Por quê?

Bom, os concursos públicos estão bombando em todo o Brasil. Mesmo diante de vergonhas, como as que ocorreram com a prova do TJ-RJ e PRF, as fraudes foram superadas e os concursos vão ocorrer. Sendo assim, os estudos não podem parar, não é mesmo? O adiamento de algumas provas foi positivo para alguns, que tiveram mais tempo para estudar, porém, fique atento! Alguns conteúdos programáticos foram e serão alterados e, na área de informática, os conteúdos vêm aumentando bastante! 

Vamos analisar o conteúdo programático de um concurso que ocorrerá no próximo dia 16/03/2008, para o INSS:

 

Noções de informática:

Conceitos de Internet e intranet; Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados à Internet e a intranet; Conceitos e modos de utilização de ferramentas e aplicativos de navegação, de correio eletrônico, de grupos de discussão, de busca e pesquisa; Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos de informática; Conceitos e modos de utilização de aplicativos para edição de textos, planilhas e apresentações; Conceitos e modos de utilização de sistemas operacionais Windows e Linux.

Notam-se mudanças se compararmos com o conteúdo que foi divulgado inicialmente com este mencionado acima, que faz parte do edital atual. 

Observem que além dos softwares de edição de textos e de planilhas eletrônicas, foi acrescentado softwares para elaboração de apresentações de slides, ou seja, mais uma categoria de programas para estudar. É comum em concursos públicos que este tipo de software seja requisitado, o que pode ser benéfico à maioria dos candidatos, já que tais softwares são de fácil manuseio.

Outra mudança significativa é a questão da generalização do conteúdo. Os softwares de edição de textos, planilhas eletrônicas e de apresentações, que quase nunca ficam de fora, sempre especificavam o uso dos softwares da suíte da Microsoft (Word, Excel e PowerPoint), mas veja que agora os mesmos não são citados diretamente. Por quê? Veremos no meu próximo artigo que as instituições, públicas principalmente, estão optando pelo uso de softwares livres, sendo assim, as provas de admissão também estão solicitando conhecimentos sobre estes softwares. Quando se fala em suítes de escritório, a mais popular no mundo dos softwares livres é o OpenOffice (denominada BROffice para nós brasileiros).

O TRT-RJ, por exemplo, colocou no conteúdo programático da sua prova que tem previsão para ser realizada este ano, a sua preferência pelo editor de textos BROffice Writer. Então candidato, a menos que no edital o software exigido esteja descrito, estude ambos os pacotes de escritório (Microsoft Office e o BROffice).

No edital do INSS não está sendo dito quais programas podem cair, então quando estudar técnicas de edição de textos não se esqueça de explorar o Word e o Writer. No caso das planilhas eletrônicas estude o Excel e o BROffice Calc e para os softwares de apresentação de slides, estude PowerPoint e BROffice Impress.

 Outra grande novidade que tem pego os candidatos de surpresa é a presença do Pinguim. Isto mesmo, conhecimentos em Linux vêm sendo solicitados em muitos concursos e esta foi uma das novidades deste novo conteúdo, por exemplo.

Veja que a ideia do software livre vem seduzindo as instituições públicas, então as provas não poderiam deixar de cobrar conhecimentos ligados a programas desta linha. 

Levando em consideração as dicas acima, existem outras que precisam ser analisadas, que, certamente poderão ser temas a serem cobrados em algum dos concursos programados para esse ano. Acompanhe abaixo:

Computação na nuvem: Este termo, apesar de não ser muito recente, está em alta, assim, é preciso saber bem do que se trata e onde e como pode ser aplicado. Assim, vale lembrar que computação na nuvem nada mais é  do que a utilização de computadores servidores disponíveis através do uso da Internet, permitindo assim, a execução de programas e o armazenamento de dados remotos.

Linux: Para quem tem estudado para concursos públicos deve ter percebido que o Linux é assunto recorrente nos editais, assim, é necessário saber o seu conceito e sua aplicação. Vale lembrar também nesse caso, que o Linux, diferentemente do Windows, é um sistema operacional aberto, assim, está livre para ser adequado às necessidades dos usuários.

Firewall: Este termo é constantemente cobrado em todas as provas. O firewall nada mais é que um mecanismo de segurança que pode ser um hardware (aparelho) ou mesmo um software (programa). Ele tem a função de proteger o computador, na rede doméstica ou empresarial, evitando acessos indevidos que podem ocorrer quando se está conectado à Internet. Não podemos esquecer que o Firewall pode fazer muito pouco em relação aos malwares, que são os softwares maliciosos, como vírus, worms e cavalos-de-troia. Assim, o Firewall não é um antivírus.

Recursos de segurança nos navegadores: O candidato deve estar muito atento para os chamados recursos de segurança dos navegadores, como Excluir Histórico de Navegação, Navegação Inprivate, Filtro SmartScreen, Bloqueador de Pop-up.

Redes Sociais: Alguns concursos já estão cobrando noções de redes sociais, por isso, fique atento à elas. 

Autor: Luiz Coelho é professor de informática educativa e matemática a nível fundamental/médio e ministra aulas de Informática para Concursos em cursos no Rio de Janeiro.

Recomendamos para você
 

Comentários
Compartilhe com seus amigos:
Novidades
Compartilhe com seus amigos:
últimos reviews
  • 6,4
    Review Nokia Lumia 635
    Testamos hoje o Smartphone Nokia Lumia 635. Confira abaixo o que achamos.
  • 8,1
    Review Samsung Galaxy S5
    O smarphone primogênito da família Galaxy é a evolução de seus descendentes, evolução porque não há grandes novidades, m...
  • 8,0
    Review Motorola Moto G Segunda Geração
    Conheça o novo Moto G, que substitui seu antigo modelo com uma performance ainda melhor



TOPO