CADASTRE-SE

0 Categoria: Artigos » Segurança

Crimes virtuais. Quem está mais suscetível?

Por Rafaela Pozzebon
Data:

Cada dia mais ouvimos relatos de pessoas que já sofreram algum tipo de incômodo pela internet, seja um roubo de senha, algum comentário maldoso, exposição da sua imagem sem permissão, enfim, são várias as reclamações dos usuários.

Cada dia mais ouvimos relatos de pessoas que já sofreram algum tipo de incômodo pela internet, seja um roubo de senha, algum comentário maldoso, exposição da sua imagem sem permissão, enfim, são várias as reclamações dos usuários. Conforme pesquisas realizas, é preocupante os riscos que o internautas estão correndo acessando a internet sem os devidos cuidados. O número de páginas falsas especializadas em roubar senhas ou mesmo “vender” produtos que não existem aumenta a cada dia.

Estas páginas falsas tem o objetivo de enganar o internauta para que ele informe todos os seus dados pessoais, como nome completo, endereço, documentos,telefone e mesmo senhas. Esse tipo de fraude nem sempre é fácil de ser reconhecida pelos internautas, assim, a pesquisa sobre determinado site é essencial. Pior ainda é a situação quando há denúncia de alguma dessas páginas, a polícia muitas vezes encontra dificuldades de resolver o problema, tanto por lentidão da Justiça quanto também pela falta de leis que assegurem esse tipo de crime. Não custa lembrar: temos que ter responsabilidade na nossa navegação.

É difícil saber realmente o tamanho dos prejuízos causados pelos crimes virtuais no Brasil. Observamos que muitos hackers já foram descobertos e presos, conformes reportagens noticiadas. Porém, ainda existem outros tantos que ainda encontram-se soltos a procura de novas vítimas.Os chamados “computadores zumbis” acontecem quando os hackers conseguem enviar um programa pelo seu e-mail, redes ponto-a-ponto ou mesmo por sites, e você executá-lo em seu computador. Geralmente o nome do programa está disfarçado com um nome que chama a sua atenção. Se você clicou em algo desse gênero talvez seu computador esteja sendo observado e talvez controlado por um hacker.

Observe se o seu computador possui algum dos sinais abaixo. Caso a resposta seja SIM, pode sim, estar contaminado:

  • Mensagem de erro fora do normal e contexto;
  • Lentidão sem explicação da sua conexão banda larga;
  • Intensa atividade do disco rígido sem nenhum fato que justifique;
  • Mudança de página inicial do seu navegador;
  • Execução de aplicativos sem a sua ordem;
  • Mouse ou teclado paralisado;
  • E-mails de pessoas que você não conhece e não mantém contato.


Para você não ser a próxima vítima dos crimes virtuais. Siga as dicas abaixo:
  • Antes de realizar alguma compra em um site verifique se a loja possui alguma certificação de segurança;
  • Nas telas que solicitam informações confidenciais, incluído as de pagamento, observe se o endereço do browser foi alterado para HTTPS e se o cadeado do browser foi ativado;
  • Utilize computadores confiáveis para entrar em sites que exijam senhas ou mesmo seus dados;
  • Mantenha sempre o antivírus da sua máquina atualizado;
  • Nunca abra e-mails de pessoas desconhecidas ou propagandas que você não solicitou ou permitiu;
  • Use senhas difíceis de serem descobertas;
  • Nunca forneça informações pessoais ou endereço em sites de relacionamento, muito menos para pessoas desconhecidas;
  • Observe sempre a reputação da loja virtual que você deseja efetuar uma compra.

O cuidado para não ser mais uma vítima dos crimes virtuais deve ser uma constante no seu dia-a-dia. Tente manter um comportamento preventivo. Os criminosos virtuais ainda usam estratégias simples para convencer suas vítimas, então, seja mais esperto que eles. Não se iluda com mensagens que chamam muita atenção no seu e-mail, por trás, provavelmente poderá ter um vírus que poderá causar muitos problemas à você. Deste modo, todos nós estamos suscetíveis aos crimes virtuais. Para evitar esses danos devemos nos preocupar com todas as informações que passamos na web, os sites em que percorremos como também as mensagens que abrimos em sites ou no próprio e-mail. Então: Previna-se, esta é a velha e melhor alternativa.

Leia a seguir: Os 5 melhores antispywares



Recomendados para você
Ainda restam dúvidas? Pergunte aqui em nosso fórum
Mais de Segurança



Comentários:

TOPO