CADASTRE-SE

0 Categoria: Artigos » Windows

Como expandir a memória do PC?

Por Anderson Villela
Data:

Se há um componente no computador que merece atenção especial do usuário é a memória RAM.

Isso porque ela é um dos principais responsáveis por fazer com que o PC funcione com rapidez na hora de navegar pela Internet, rodar jogos ou executar aplicativos. Em outras palavras, não adianta você ter um processador de última geração, um HD gigantesco e uma placa de vídeo arrasadora, se a memória RAM não consegue acompanhar a potência desses componentes. E vice-versa.

No entanto, dependendo da função que você quer empregar no seu computador com maior prioridade, a memória RAM que você tem atualmente pode ser suficiente. Mas um upgrade sempre é bem-vindo. Descubra como fazê-lo e o que você tem de levar em conta para na hora de expandi-la.

- O que eu devo levar em conta na hora de expandir minha memória RAM (hardware)?

Primeiro, você deve verificar que tipo de memória RAM roda em seu computador, quais modelos deste componente a placa-mãe suporta e quantos soquetes (slots) ela tem disponível para o upgrade. Tudo isso pode ser encontrado no manual da placa-mãe.

Caso você não tenha mais o manual, utilize um programa chamado target="_blank">Sandra (baixe a versão shareware, em inglês). Execute o programa e clique no ícone Mainboard Information. Na janela que aparecerá, preste atenção ao item System Memory Controller. Nele aparecerá a indicação do número de soquetes de memória que o seu micro tem (Number of Memory Slots) e a quantidade máxima de memória que o seu micro aceita (Maximum Installable Memory). Basta dividir a quantidade máxima de memória pelo número de soquetes de memória para saber o módulo máximo de memória que o seu PC aceita. Por exemplo, uma máquina com capacidade máxima de memória de 1024 MB e quatro soquetes de memória, isso significa que ela aceita módulos de até 256 MB. E daí por diante. Quem quiser escolher outros programas para diagnóstico de hardware, aplicativos como o Everest, PC Wizard e Fresh Diagnose também são boas pedidas.

Outro fator a ser levado em conta na hora do upgrade é a chamada velocidade de barramento Isso porque ela mede a capacidade de comunicação interna das peças do computador: A rapidez da comunicação entre memória, processador, disco rígido, rede, periférios externos e outros componentes é medida pelo barramento. Logo, quanto maior a velocidade deste recurso, melhor o desempenho da memória RAM. Hoje no mercado, é possível encontrar memórias RAM com barramento 266MHz, 333MHz e 400MHz, os mais utilizados para processadores que suportam memórias no padrão DDR1. Já as de 533 MHz, 667MHz e 800MHz são utilizadas em memórias RAM nos padrões DDR2.

É importante citar ainda o fato de que as memórias do tipo DDR1 são mais usadas em processadores Athlon XP e 64, ambos da AMD e Celeron e Pentium 4, da Intel. Já o DDR2, por ter um tempo de resposta mais rápido, é indicado para processadores dual core (núcleo duplo), que apresentam melhor desempenho.

- O que eu devo levar em conta na hora de expandir minha memória RAM (software)?

A resposta vai depender do uso que você quer fazer seu computador. Se você quiser utilizá-lo para funções mais básicas como navegar na Internet ou executar programas básicos como editores de texto, planilhas, entre outros que não exigem tanto do PC, o recomendável é ter uma memória RAM de 512 MB (operando com o Windows XP), já que essa quantidade de memória passará a ser padrão nos PCs a partir do ano que vem.

Caso você queira utilizar seu computador para jogos ou aplicativos mais pesados, o ideal é que a sua máquina tenha no mínimo 1024 MB. Isso porque tais softwares exigem grande agilidade no tempo de resposta da memória RAM, além, é claro, de processador e placa gráfica poderosos, bem como um HD com grande capacidade de armazenamento.


E quanto de RAM eu preciso para rodar o Windows Vista?

Seja qual for a versão do Vista que você rodar na sua máquina, há dois fatos. O primeiro: esqueça as recomendações de configuração mínima da Microsoft. Nenhuma outra edição do Windows exigirá tanto de hardware quanto ele. Segundo, seu PC não deve ter menos de 1GB de memória RAM, com velocidade de no mínimo 400MHz, sendo aconselhável 533MHz. Caso contrário, nem pense em instalar o sistema, sob o risco de perder a paciência nos primeiros minutos de uso.

Para quem optar pelo Vista Home Basic, 1 GB de RAM consegue segurar bem a execução do sistema, já que esta versão traz apenas os recursos básicos do sistema e essa quantidade de memória consegue gerenciar bem os aplicativos que serão rodados.

Já para quem escolher o as versões Home Premium e Ultimate, o recomendável é contar com, no mínimo, 2GB de memória. Isso porque essas duas edições já utilizam os pesados recursos da interface gráfica do Vista, conhecida como Aero, entre outros aplicativos e funções multimídia, com destaque para o Ultimate, que exige uma performance considerável do PC.

Fonte: VNews

Leia a seguir: Deixe seu Windows XP igual ao Vista!

Tags:

Ainda restam dúvidas? Pergunte aqui em nosso fórum



Comentários:

TOPO