Como não cair no golpe da falsa Retrospectiva 2018 do WhatsApp?

Mais um novo golpe no WhatsApp está atingindo milhares de pessoas muito rapidamente. Dessa vez, a falsa "retrospectiva 2018" acaba levando o usuário a baixar um app de origem duvidosa.

Por WhatsApp Pular para comentários
Como não cair no golpe da falsa Retrospectiva 2018 do WhatsApp?
Um novo golpe está se alastrando no WhatsApp. Este golpe se dá por meio do compartilhamento de um link que promete exibir uma retrospectiva de 2018. Essa falsa retrospectiva ilude o usuário ao dizer que vai relembrar suas fotos antigas, status e conversas no app. 

O laboratório da PSafe especializado em segurança digital, conhecido como dfndr, informou que mais de 339 mil mensagens com o golpe da Retrospectiva foram compartilhadas em menos de 16 horas.

Entenda as causas do Tsunami sucedido por um terremoto na Indonésia

O que acontece ao clicar no golpe da falsa Retrospectiva 2018 do WhatsApp?

E você deve estar se perguntando o que acontece após compartilhar o link da falsa retrospectiva. Ao clicar, você é encaminhado para um site com o objetivo de gerar lucro com publicidade. Em alguns casos, o golpe redireciona o usuário a páginas falsas de promoções — essas, sim, solicitando dados pessoais e, então, enganando o usuário.

A mensagem é encaminhada com o seguinte texto: "Pessoal, acabei de ver minha Retrospectiva 2018 que o WhatsApp liberou. Muito bom! Relembrei as fotos antigas, status e conversas. Veja a de vocês aí".

v

Aí então, é exibido abaixo um link para o usuário clicar e acessar a suposta Retrospectiva.

Imagem: Kaspersky Lab
Imagem: Kaspersky Lab

Ao clicar em "compartilhar", uma mensagem é exibida no dispositivo informando que problemas com o aparelho, e convidando o usuário a baixar o aplicativo "App de Segurança WhatsApp". Não baixe esse aplicativo!

Imagem: Kaspersky Lab
Imagem: Kaspersky Lab

Ao clicar no tal link da suposta retrospectiva, o usuário é direcionado à seguinte página, que pede que o usuário compartilhe a mensagem com seus contatos.

Imagem: Kaspersky Lab
Imagem: Kaspersky Lab

E este aplicativo tem vários indícios de ser falso. A começar pelo fato de que seu desenvolvedor tem outro aplicativo que usa a marca da operadora de telefonia Vivo como isca, prometendo internet grátis. Sempre desconfie desses aplicativos, e para garantir a segurança do seu dispositivo, caso seja Android, confira mais abaixo os apps que sugerimos para este fim, que são apps confiáveis.

Análise das empresas de segurança digital

"Os cibercriminosos costumam utilizar datas relevantes como gancho para criar formas de enganar os usuários. Foi assim com Copa do Mundo, eleições, black friday, e agora com o fim do ano. Essa é uma das formas mais comuns de tentar dar credibilidade para o link que está sendo compartilhado e as pessoas precisam estar sempre atentas. Por isso é muito importante checar com as empresas se qualquer promoção, serviço ou ação de marketing de fato é verdadeira", diz Emilio Simoni, diretor do dfndr lab.

Além da Psafe, outra famosa empresa de segurança digital também analisou o novo golpe. A Kaspersky Lab, que tem um dos melhores serviços de segurança para Android. A , Kaspersky informou que o aplicativo falso de Segurança WhatsApp já tem mais de 100 instalações, enquanto o Vivo Internet Grátis ficou com 50 até o momento da análise. Ambos os aplicativos, contudo, são maliciosos, e podem roubar dados da vítima ao serem instalados no smartphone. "Mesmo as limitações mais recentes adotadas pelo WhatsApp não são capazes de bloquear a disseminação orgânica dessas mensagens falsas. Tal capilaridade já está sendo usada para propagar apps maliciosos desenvolvidos no Brasil para infectar smartphones Android e com a finalidade de roubar dados financeiros", alerta Fabio Assolini, analista sênior da Kaspersky Lab.

No começo de dezembro, o WhatsApp começou a limitar o encaminhamento de mensagens no mundo inteiro para evitar fake news. Como o golpe da retrospectiva tenta se espalhar por meio do compartilhamento de uma mensagem padrão, e o WhatsApp tem criptografia de ponta a ponta, não podendo ler as mensagens dos usuários, é quase impossível impedir a disseminação do link malicioso.

Como não cair no golpe da retrospectiva do WhatsApp?

Primeiramente, jamais clique em links suspeitos, bem como em promoções muito vantajosas e de links desconhecidos enviados pelo WhatsApp. Também evite compartilhar informações pessoais de maneira alguma, apenas em sites de extrema confiança.

Outra medida importante é você ter um bom antivírus. Você pode usar o antivírus da própria PSafe ou baixar outro app para este fim. Recomendamos você ler nosso artigo onde recomendamos os 5 melhores antivírus grátis para Android em 2018.

Além disso, a DFNDR possui dois aplicativos para proteger os usuários do Android contra vírus, malware e roubo de dados: O DFNDR Vault, que protege seus arquivos de mídea com senha, e o DFNDR VPN, que é uma VPN e portanto, torna sua navegação na web anônima.

Leia também: As 10 maiores redes sociais em 2019. Acompanhe as últimas notícias de tecnologia aqui no Oficina da Net. Sempre trazendo conteúdos novos e produtos interessantes.

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Carregar comentários