10 mitos e verdades sobre baterias de celulares e notebooks

Fizemos uma pesquisa sobre mitos e verdades a respeito de baterias de celulares e notebooks.

Por | @oficinadanet Hardware

Até aqui no site já fizemos um artigo falando como evitar o desgaste da bateria, que vale a leitura para quem tem dúvidas sobre o assunto.

Vamos então aos fatos:

É verdade que se não carregar a bateria do celular por 8 horas ela perde a vida útil?

10 mitos e verdades sobre baterias de celulares e notebooks

Nas baterias mais antigas (como as de níquel-cádmio), sim, reduziria seu tempo de vida, pois ocorria o dito "Efeito Memória", que carregava a bateria com a diferença de carga entre seu valor nominal máximo e seu valor remanescente.  Nas baterias atuais, como as de lítio e as de níquel-hidreto metálico, o efeito é nulo, de acordo com o professor da Faap, Sérgio Penedo. Para o consultor Josemar Guimarães, "depende do que diz o manual de instruções". No caso de alguns produtos, especialmente celulares, os usuários podem começar a usar a novidade sem dar qualquer carga inicial. Já quando se trata de notebooks, é possível que o consumidor tenha de encher a bateria durante o primeiro uso", explica.

 

Dispositivos USB são verdadeiros vilões quando o assunto é consumir bateria.

10 mitos e verdades sobre baterias de celulares e notebooks

Todo dispositivo USB precisa ser alimentado pelo próprio notebook para funcionar, mesmo quando não está ativo. Modems 3G e conexões eSata também entram na lista dos itens que devem ser evitados na hora de economizar bateria.

 

Toda bateria deve ter sua carga usada até o final para, então, ser recarregada. 

10 mitos e verdades sobre baterias de celulares e notebooks

As baterias atualmente usadas em equipamentos eletrônicos são as de polímero de íon de lítio, que dispensam o cumprimento de ciclos completos de carga e descarga. Por isso, o usuário pode ligar o equipamento à tomada antes de acabar a carga. Antes de deixar de lado esses cuidados, no entanto, confirme se a bateria de seus eletrônicos é mesmo de íon de lítio – algo bastante provável se eles foram adquiridos nos últimos anos.

 

Tirar a bateria enquanto o notebook estiver na tomada prolonga a sua vida.

10 mitos e verdades sobre baterias de celulares e notebooks

Se você é um usuário que utliza o notebook como um desktop, ou seja, não o carrega de um lado para outro, é indicado retirar a bateria enquanto o notebook está na tomada. Com o procedimento, a vida útil do equipamento pode aumentar em 10%. Uma dica é guardar a bateria carregada e usá-la a cada uma ou duas semanas para dar nova carga.

 

Se a bateria for carregada antes de chegar ao fim, sofrerá o efeito memória: precisará de mais carga antes mesmo que a energia armazenada chegue ao fim. 

10 mitos e verdades sobre baterias de celulares e notebooks

Isso acontecia com as antigas baterias de níquel -- elas exigiam o cumprimento completo de um ciclo de carga e descarga --, mas não se repete com as atuais baterias de íon de lítio. Dessa forma, dizem os fabricantes, o usuário pode carregar o eletrônico quando bem entenderem.

 

O período em que a bateria retém a carga diminui com o tempo. 

10 mitos e verdades sobre baterias de celulares e notebooks

O período em que ela retém a carga reduz, de acordo com a forma como ela é usada – quanto mais cuidados por parte do usuário, maior a demora para essa consequência negativa aparecer. Fato é que existe a possibilidade de o consumidor ter de trocar a bateria do celular ou notebook uma vez (ou até algumas vezes) durante a vida útil desses eletrônicos. 

 

Nunca posso parar de carregar um eletrônico antes de a carga chegar a 100%. 

10 mitos e verdades sobre baterias de celulares e notebooks

As baterias atualmente usadas em equipamentos eletrônicos são as de polímero de íon de lítio, que dispensam o cumprimento de ciclos completos de carga e descarga. Por isso, o usuário pode desconectar o equipamento da tomada antes a bateria estar 100% carregada. Com o passar do tempo, o período em que a bateria retém a carga reduz.

 

A bateria do notebook não pode ser guardada completamente sem carga.

10 mitos e verdades sobre baterias de celulares e notebooks

Os fabricantes dizem que, mesmo quando guardada, a bateria guardada ainda pode perder carga: se ela já estiver vazia, isso pode fazer com que perca completamente sua função. Há controvérsias entre as empresas sobre a quantidade de carga ideal para o armazemanento. Enquanto a Apple aconselha 50%, a Dell fala em 100%, por exemplo. O ideal é confirmar com o fabricante de seu próprio eletrônico.

 

A vida útil de uma bateria se mede por meses e anos.

10 mitos e verdades sobre baterias de celulares e notebooks

A vida útil de uma bateria é medida pela sua quantidade de ciclos de carga e descarga. A maioria dos fabricantes promete que a bateria pode reter até 80% de sua capacidade depois de 300 a 400 ciclos completos – e, a partir daí, a tendência é que diminua. Afinal, quanto menos ciclos de carga e descarga, mais tempo dura a bateria, pois o desgaste ocorre por conta do fluxo de eletricidade para dentro e para fora da bateria.

DICA: Problemas com a bateria desgastada? Veja como resolver.

 

A capacidade de retenção de carga da bateria é prejudicada pelo calor.

10 mitos e verdades sobre baterias de celulares e notebooks

Ele é o maior inimigo de qualquer bateria. Por isso, é recomendável manter seu celular ou notebook em ambientes abaixo de 35 graus. Com isso, a vida útil da bateria será mais longa. Dica:nunca deixe seu notebook, mesmo desligado, em lugares muito quentes, como no seu carro debaixo de sol, por exemplo. Também não é bom carregar a bateria em locais que dificultam a circulação de ar por dentro do computador, como em cima da cama, por exemplo. Procure sempre deixá-lo em locais arejados, principalmente nesse momento, ok?

 

Pergunta enviada por Gilson Pereira pelo formulário de perguntas. Envie a sua dúvida também.

Mais sobre: bateria, pergunte, mito
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.