Windows 8: Photo, Music e Video

Estruturados de maneira padrão, os Aplicativos - Gestores de Mídia buscam informações nas pastas pessoais dos usuários e na Internet, organizam os dados em uma estrutura seqüencial de acordo com o filtro predefenido, disponibilizando os arquivos em uma espécie de mural com slide lateral. Vamos agora conhecer um pouco mais sobre o “photo”, “music” e “vídeo”.

Por | @priorandre Windows

Estruturados de maneira padrão, os Aplicativos - Gestores de Mídia buscam informações nas pastas pessoais dos usuários e na Internet, organizam os dados em uma estrutura sequencial de acordo com o filtro predefenido, disponibilizando os arquivos em uma espécie de mural com slide lateral. Vamos agora conhecer um pouco mais sobre o “photo”, “music” e “vídeo”.

O nome dos aplicativos no sistema está em minúsculo, por isso vou preservá-los no artigo.

photo


O aplicativo para visualização de imagens é simples, mas faz um trabalho legal para quem é viciado em fotografia. A tela que vemos abaixo é a inicial, logo no inicio é necessário que você informe o local de armazenamento para exibição das fotos. No meu caso, não possuo muito conteúdo na Web e justamente por isso vou exibir a “Pictures Library” que é a pasta imagens do meu usuário.

Windows 8: Photo, Music e Video



Com o aplicativo aberto e já na pasta de imagens selecionadas, a estrutura é de rolagem lateral, comando que não costumava ser muito utilizado nas versões anteriores do Microsoft Windows. Cada pasta é considerada um “álbum” conforme mostrado no canto superior da tela, junto à quantidade de arquivos “files”.

Windows 8: Photo, Music e Video

 

music


O novo Player tem a estrutura diferente de qualquer Windows Media Player já visto, mantendo o mesmo sistema de exibição que o aplicativo Photos e o Video, ele se destaca na busca de informações.

Windows 8: Photo, Music e Video



Selecionando minha pasta pessoal de músicas, o conteúdo é listado em uma tabela por ordem de “a to z” ou “date” e pode ainda receber o filtro por álbum, artista ou nome da música.

Windows 8: Photo, Music e Video



Quando clicado em um arquivo de música, o Player inicia sua ação e busca por informações do Artista, álbum e afins. Conforme a música vai rolando, o fundo da tela é customizado com fotos de álbuns e coisas relacionados a este mesmo artista. Até acho bonito, mas não julgo necessário quando o assunto é música. Normalmente optamos por ouví-las durante outras atividades no computador.

Windows 8: Photo, Music e Video



Justamente no dia que resolvi fazer este artigo, a conectividade deixou de funcionar e diz no código de erro que o “conteúdo não está disponível em meu idioma”. Para variar o Brasil fica de fora das novidades.

Vídeo


É o aplicativo que melhor justifica a nova plataforma padronizada. Não sou um usuário que costuma armazenar muitos vídeos no computador, talvez algum “pirata” de plantão possa confirmar a afirmação logo mais.

Como nos outros aplicativos, será necessário escolher minha pasta pessoal de vídeos. A opção de “Assistir Online” foi removida depois que eu informei que sou Brasileiro.

Windows 8: Photo, Music e Video



A maneira como os vídeos são dispostos na visualização facilita no reconhecimento e permite que sejam acompanhados em segundo plano caso o usuário não tenha certeza na escolha do arquivo.

(Todo bom Nerd curte algum tipo de Anime e Seriado – Eu sei que estou desatualizado, Relaxa!)

Windows 8: Photo, Music e Video



Com algum arquivo selecionado, surgem algumas indicações que podem aparecer e desaparecer com os cliques do botão esquerdo do mouse. Entre elas estão o “Voltar para meus vídeos”, “Voltar o tempo deste vídeo”, “Avançar o tempo deste vídeo”, “Play”, “Pause”, “Nome do Arquivo”, “Linha do tempo” e “Minimizar para segundo plano”.

A imagem abaixo ajudará vocês na interpretação.( A cena do vídeo é engraçada! :B )

Windows 8: Photo, Music e Video

 

Conclusão


Espero não assustar ninguém com minhas conclusões, busco com elas mostrar o que há de implicito nos assuntos, baseando-me no olhar técnico e na usabilidade do sistema. Nos aplicativos citados, percebe-se que a utilidade é focada nos dispositivos móveis e sensíveis ao toque. O antigo Windows Explorer não pede complemento, o trabalho dos aplicativos é pouco útil para os Desktops. Obviamente, que em dispositivos móveis esta realidade é outra, a função dos aplicativos será fundamental na gestão dos arquivos, neste tipo de aparelho não existe a “Área de trabalho” e por isso justifica-se.

Até o dia do artigo anterior, todo conteúdo que a Web disponibilizava estava à mostra. Devido a alguma operação, que realizada em um dos aplicativos (não estou certo de qual), o Windows reconheceu que o Brasil é meu país de origem e removeu os conteúdos internacionais. Espero, sinceramente, que isso tenha acontecido para que a Microsoft ofereça conteúdo de acordo com a legislação brasileira e não somente remova-o e deixe-me alienado. Para variar, os lançamentos no Brasil não são simultâneos com o resto dos países desenvolvidos. Triste não?

Obrigado por ter acompanhado o artigo até o final! Deixe seu comentário, crítica ou sugestão. Prometo que vou levar em conta nos próximos artigos desta mesma série.

Abraços.

Mais sobre: guiadowindows8 windows8 microsoft
Share Tweet
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo