Documentários no Netflix que ganharam o Oscar

Muitos não sabem, mas "Melhor Documentário" é uma das premiações do Oscar. Veja quais os vencedores que estão na lista.

Por | @Evilmaax Entretenimento

Muitas pessoas não sabem, mas documentários também é uma das categorias premiadas no Oscar e bastante acirrada, diga-se de passagem. Todo ano a academia escolhe aquele que foi a melhor produção do ano anterior e para a nossa sorte, alguns deles estão no serviço de streaming mais famoso do mundo.

Confira eles a partir de agora (+ 1 bônus) classificados pela nota do IMDB:

A Um Passo do Estrelato  – Vencedor no Oscar de 2014 – Nota 7,4

Este documentário mostra a vida dos cantores backstage, aqueles que ficam no limbo da música mundial. Não são tão glamurosos quanto os artistas principais, mas ainda assim fundamentais para o dia a dia do show business. Entenda como suas vozes marcam a harmonia das maiores bandas e artistas da música, vozes que você nem sabe quem é, mas conhece prontamente quando escuta.

Aproveite ainda para ver onde estão e o que andam fazendo aquelas vozes que você gosta, mas nem sabia através de entrevistas com os veteranos do ramo, cenas de bastidores e filmagens pessoais, principalmente no auge e início do rock em sua mais cru e sincera abordagem. Entre outros temas sensíveis, o doc mostra a frustração de carreiras que não aconteceram em contraste àqueles que passaram de coadjuvante ao holofote principal.

Nascidos em Bordéis – Vencedor no Oscar de 2005 – Nota 7,5 

Quando uma fotógrafa adentra o Distrito da Luz Vermelha em uma das cidades mais pobres do mundo, Calcutá, para fotografar as trabalhadoras, descobre uma nova realidade ao perceber que o local está repleto de crianças que nasceram e estão crescendo naquele ambiente destinadas a seguir o caminho trilhado pelas mães e com menos de 13 anos, provavelmente, iniciarão a carreira na prostituição.

Como não são aceitas em nenhuma escola por causa dos problemas de casta na Índia, Zana Briski, a fotógrafa, decide fazer algo para tentar mudar essa realidade e se oferece para ensinar fotografia aos filhos das prostitutas. Assim eles passarão a registrar suas próprias vidas.

O resultado não poderia ser outro que não fotografias tão impactantes quanto tocantes e emocionantes da vida das crianças sob seu próprio filtro e olhar. No final as fotos são leiloadas em uma grande casa de leilões e o dinheiro é usado para a educação dos pequenos fotógrafos.

Uma Verdade Inconveniente – Vencedor no Oscar de 2007 – Nota 7,5 

Esse título provavelmente você já conhece, pois foi ele que desencadeou o medo acerca do aquecimento global e popularizou a questão e o debate.

A ideia do documentário veio após o diretor assistir as palestras educacionais do ex-presidente americano Al Gore, realizadas desde 1989, que buscava conscientizar as pessoas sobre a emissão de gás carbônico e o aumento das temperaturas.

Com o roteiro baseado nas próprias apresentações de slide usadas pelo político, analisa-se as causas, efeitos, história e possíveis soluções para o problema.

De grande repercussão e sucesso, está colocado, hoje, como o 11º documentário na lista daqueles com maior receita, além de ter levado mais de 32 prêmios, incluindo 2 Oscares: Melhor música e melhor documentário (é claro).

A Marcha dos Pinguins – Vencedor no Oscar de 2006 – Nota 7,6 

Se você acha difícil tomar um banhinho, colocar um perfume e uma roupa legal para tentar encontrar um parceiro ideal, você tem que ver o que os pinguins fazem para poder gerar um ovo e um novo Happy Feet.

Com o olhar aguçado da câmera de Luc Jacquet, este documentário mostra a difícil jornada de mais de 100 km dos pinguins imperiais que anualmente partem em fila indiana e guiados por 1 líder em busca do par perfeito atravessando a tundra congelada e todos os problemas que surgem até chegarem ao mesmo local de acasalamento dos seus ancestrais.

O processo é inteiramente lindo: Os pinguins imperadores são monogâmicos e a fêmea só coloca 1 ovo por temporada, que logo após ser posto é passado ao macho que o protegerá dos ventos de mais de 200 km/h e frio de -40° enquanto o choca. Este ficará basicamente dormindo até o ovo eclodir para poupar energia. Durante este momento a fêmea estará no mar – onde permanecerá por cerca de 65 dias – em busca de alimentos que ela acumulará no estômago e depois regurgitará ao filhote assim que este nascer.

Por conta deste belíssimo enredo e das cenas de tirar o fôlego, o título é até hoje o 2º documentário mais rentável de todos os tempos.

Undefeated – Vencedor no Oscar de 2012 – Nota 7,8 

O documentário conta a história de jovens que fazem parte de um time colegial de futebol americano desprivilegiado que veem suas vidas e futuro mudarem após a chegada de um treinador voluntário.

Lidando com problemas como violência no bairro, escola sem fundos, jogadores/alunos com problemas de violência e notas ruins por causa de uma educação deficitária este treinador pegarás rapazes sem esperança de um futuro e os transformará em vencedores.

Amy – Vencedor no Oscar de 2016 – Nota 7,8 

Reunindo mais de 100 entrevistas, vídeos e gravações inéditos de arquivos pessoais, depoimentos de amigos e família, este documentário mostra a vida e carreira de uma das maiores cantoras dos últimos tempos.

Dona de uma voz inconfundível, Amy Winehouse, é o perfeito exemplo de uma pessoa que não soube lidar com a fama e as infinitas possibilidades que ela traz. O doc volta aos 10 anos de idade de Amy, quando ela começou a cantar, e mostra como a moça foi de uma desconhecida que vivia uma vida normal ao disco de maior sucesso da década e uma vida cheia de problemas, que aos poucos foi saindo do controle e rumando para uma morte lenta e trágica.

Além de seu talento, problemas com o abuso de drogas, relacionamentos destrutivos, doenças como bulimia e a invasão de uma mídia abutre cada vez mais sedenta por uma nova manchete fazen da vida de Amy uma das histórias mais incríveis e trajetórias mais marcantes do show business.

Senna: O Campeão, O Brasileiro, O Herói – 2010 – Nota 8.6

Ok, este daqui não ganhou Oscar, mas ganhou 2 BAFTA, além de outros 14 prêmios, e é sobre um dos nossos ícones esportivos. Justo de estar na nossa lista.

O documentário, é lógico, conta a trajetória de Ayrton Senna, desde sua infância nos karts até seu acidente fatal aos 34 anos, passando por todas as grandes vitórias e 3 títulos mundiais de fórmula 1, a rivalidade com o francês Alain Prost, sua fama mundial, timidez e vida pessoal.

O documentário foi dirigido por Asif Kapadia, mesmo diretor do título anterior, Amy. Merece o view de todos aqueles que gostam de uma grande história de vida, principalmente para nós brasileiros. Ahh, ele também é aquele que tem a melhor nota IMDB entre os títulos deste post.

Mais sobre: netflix, oscar, maximilianomeyer
Share Tweet
  • Quer receber novidades sobre Netflix lançamentos em 2017?

    Preencha o formulário abaixo para se cadastrar:

  • Preencha para confirmar

DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários