O que é e como funciona o HTTP/2?

Foi anunciado hoje o protocolo HTTP/2, o sucessor do HTTP/1.0 e HTTP/1.1, protocolos que comandam a internet nos dias de hoje. O anúncio foi feito pelo Internet Engineering Task force's HTTP Working Group.

Por | @nmuller99 Internet

O grupo finalizou hoje a lista de especificações básicas e também uma outra lista chamada HPACK, que comprime e otimiza os cabeçalhos das páginas. 

Este novo protocolo promete acelerar a internet através da forma como carrega os objetos dos sites. Você usa o procotolo HTTP/1.1 desde 1999, data esta da última atualização do Protocolo de Transferência de Hipertexto. Além da promessa de acelerar a internet, o novo padrão promete assegurar que conexões durem mais tempo e facilitar com que os servidores enviem dados para o cache do navegador. 

O HTTP/2 é uma variação do protocolo apresentado pelo Google em 2009, chamado de SPDY, leia-se speddy. Ele traz benefícios de rapidez e é usado por sites como Twitter, Facebook e é claro pelo próprio Google. 

O que é e como funciona o HTTP/2?

Qual a diferença entre HTTP/1.x e HTTP/2?

O protocolo atual trabalha em forma de cascata, atualmente o navegador vem por padrão com 4 conexões de atividade, ou seja, quando um site é aberto, o navegador consegue carregar 4 itens ao mesmo tempo. O que é um item? Chamo item, um objeto do site. Seja um arquivo .css que traz os detalhes de estilização do site, seja um arquivo .js, javascript, que faz a maioria das interações em tempo real de você com o site. Assim como cada uma das imagens do site é um item. Para entender melhor como as conexões acontecem, vou explicar abaixo.

Como é feita a conexão entre seu computador e o site? 

Seu navegador envia uma requisição de abertura de um site. Digamos que você digite no navegador o http://www.oficinadanet.com.br, sua internet vai passar por vários lugares chamados de backbones (clique no link à direita para entender o que é), até chegar ao servidor do Oficina da Net. Nosso servidor vai identificar a sua solicitação e lhe retornar um arquivo em HTML, este arquivo então é baixado para o seu navegador e começa a solicitar os itens do site, 4 de cada vez. Os sites em média contém 100 itens de abertura, cada item é uma requisição ao servidor. No Oficina da Net, o tempo de cada requisição é em média de 200ms, milisegundos. 

O que é e como funciona o HTTP/2?
Modelo cascata de carregamento de objetos

Bom agora que expliquei como funcionam as requisições, imagine que seu navegador baixe 4 itens por vez, então para baixar as 100 "coisas" que tem no site o navegador deveria esperar 25 vezes para baixar tudo. Claro que é muito rápida esta troca de informações, mas mesmo assim é algo que pode muito ser melhorado, aí que entra o novo protocolo. 

O HTTP/2, vai trabalhar com multiplexação, que é a capacidade de abrir uma única conexão e baixar múltiplos itens ao mesmo tempo, o retorno será de forma paralela e assíncrona, ou seja, o navegador vai fazer as solicitações e receber as informações assim que estiverem prontas. Só com estas informações, você já percebe a vantagem.

O que é o HPACK do HTTP/2?

Cada arquivo que o navegador baixa, possui um cabeçalho, que contém informações do arquivo, tamanho, informações do servidor. O cabeçalho, não passa de 1Kb, pouco não é? Imagine milhares de arquivos que você baixa dos sites diariamente sem perceber. O HPACK, vai justamente otimizar a comprimir estes cabeçalhos, tornando assim ainda mais rápida a conexão. 

Segundo o Google, a internet poderá ficar até 60% mais rápida depois que os navegadores passarem a suportar este novo protocolo e também os servidores e sites aderirem. 

E quando vamos poder usar?

A euforia pode ser grande, sei que você quer que o Facebook abra mais rápido e não tranque naquela foto que postou. Mas como foi recém aprovado, vai demorar algum tempo para virar padrão. Como mencionei acima, é necessário que as empresas tornem seus navegadores aptos para funcionar com a nova tecnologia, assim como os sites, que precisam ter este suporte também. Então, pode levar bastante tempo para toda a internet estar de fato preparada para o novo conceito. 

O que já está acontecendo?

A Microsoft divulgou que o Internet Explorer do Windows 10 já está pronto para funcionar com o HTTP/2. O Google informou que nas próximas semanas estará apto, também confirmou que o SPDY, criado em 2009 será descontinuado, afinal não haverá mais motivos para ele existir. A Mozilla já testa o HTTP/2 no Firefox. 

Pelo lado dos servidores, o Apache e o Nginx já estão com versões experimentais do protocolo em funcionamento. A Microsoft liberou no Windows 10 Technical Preview o ISS com suporte ao HTTP/2.

O que nós no Oficina da Net fazemos? Aqui, para driblar estas 4 conexões, criamos dois subdomínios para carregar os itens também. O navegador compreende subdomínio como um novo domínio, assim conseguimos carregar 12 requisições ao mesmo tempo. Isto chama-se CDN, Content Delivery Network, e é muito usado na internet.

E você? Bom, você vai atualizar seu navegador e deverá passar pelo processo de migração dos servidores, que vai ser gradual, pode levar meses até anos para finalmente terminar o HTTP/1.x. Mas para você, isso será transparente. Nos resta agora esperar e torcer para logo usufruirmos desta novidade.

Mais sobre: internet, protocolo, tecnologias
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários