Muitos compradores do novo iPhone 5S da Apple que chega ao mercado norte-americano nesta semana, se perguntaram: Se eu tiver meu aparelho roubado, o ladrão irá levar meu dedo também?

Mas porque o dedo? Porque o novo iPhone 5S da Apple só destrava com a impressão digital, fazendo com que muitos futuros compradores se preocupassem com essa situação. Mas de acordo com especialistas em segurança, esse temor não precisará existir entre os futuros compradores do dispositivo móvel da empresa em questão, pois a tecnologia adotada pela empresa da maçã, só funciona com dedos que tenham fluxo sanguíneo, ou seja, um dedo "vivo".

Assim sendo, essa preocupação não precisa existir. Ainda de acordo com o site Mashable, a Apple usa freqüências de radio que capta camadas inferiores da pele, onde é necessário que o membro do corpo tenha fluxo sanguineo.

 "A tecnologia de rádio freqüência usada é feita de modo a exigir um dedo vivo, ninguém na área de segurança biométrica quer falar sobre dedos amputados do corpo, mas sempre temos que terminar com os temores das pessoas e assim explicar a eles como funciona tal tecnologia", declarou o chefe de tecnologia da Validity Sensors, Sebastien Taveau, empresa criadora dos sensores biométricos.

Mas há uma ressalva nisso tudo, pois nada irá impedir se no caso de um roubo ou assalto, o ladrão force a vítima a destravar o aparelho antes de sumir, então, é bom sempre ter um pouco de atenção e cuidado.