LG apresenta prejuízo de U$700 milhões em 2018 no setor de smartphones

Em balanço oficial da marca, onde apresentou os resultados do ano de 2018, a fabricante sul coreana mostrou ter prejuízo no setor de smartphones, enquanto no geral a empresa lucrou US$ 2,4 bilhões no total, um aumento de 10% em relação a 2017.

Por | @nmuller99 LG Pular para comentários

Que a LG vem sofrendo no setor de smartphones é algo sábio pela maioria dos seguidores da marca. A linha de smartphones da marca parece ter deixado a desejar já tem algum tempo. A fabricante apresenta aparelhos com bom desempenho (LG G7), boas câmeras e design, porém, peca nos preços salgados para tentar competir com Apple e Samsung. Tudo isso é questão de estratégia da própria fabricante, o que leva eles a perderem consumidores. Em 2018 a LG faturou US$ 54.4 bilhões no total.

No Brasil a LG é quarta empresa com mais vendas, perdendo para Samsung, Motorola e Apple, respectivamente. É aqui no país que ela comercializa os smartphones intermediários e de entrada com maior frequência, esses aparelhos não tem tanto lucro quanto os topo de linha, por justamente custar menos.

Veja também: os 5 melhores smartphones da LG

LG G7 - lançamento no BrasilLG G7 - lançamento no Brasil

A LG Mobile Communications Company registrou 2018 receitas de US$ 7.08 bilhões no último trimestre, e registrou prejuízo de US$ 700,65 milhões durante o ano inteiro. A empresa garante que a estrutura de negócios da divisão móvel mostrou melhora, controlando custos de materiais e eficiências gerais, baseadas na estratégia de modularização (reutilização de componentes em diversos aparelhos).

Em 2019, a divisão de dispositivos móveis da LG impulsionará os produtos 5G, além de “smartphones com diversos formatos”. A empresa promete se concentrar nos principais mercados em que a marca LG continua forte. Ou seja, os intermediários e aparelhos de entrada.

Outros destaques do comunicado mostram a divisão de componentes para veículos que teve aumento de 28% no último ano, comparado com 2017. Mas foi a divisão de Home Entertainment que registrou lucro recorde na companhia. US$1,35 bilhão, foi o número apresentado, graças aos produtos topo de linha como as TVs OLED e TVs Ultra HD com tela grande.

De fato, a LG, junto com a Samsung estão dominando a área de televisores pelo mundo. Uma pena os smartphones da marca estarem cada vez mais em decadência, e não por tecnologia ou projeto, mas sim, pelo simples fato de “precisar” concorrer com as marcas, ofertando produtos bons por preços fora do comum. E meus amigos, 2019 não será um ano de pensamentos diferentes, então podemos esperar um LG G8 custando 4 mil reais ou mais, infelizmente.

Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal