Oficina da Net Logo

LG desenvolve robô que auxilia trabalho humano em fábricas

A LG descreve a novidade como sendo o seu primeiro “robô vestível centrado no ser humano”.

Por | @oficinadanet LG

O setor de robótica e inteligência artificial está cada vez mais avançado. Juntamente com as novidades que surgem, as dúvidas de milhares de trabalhadores, que ficam receosos em serem trocados por máquinas. De acordo com um documento do FEM, as tecnologias irão acabar com cerca de 1,4 milhões d empregos até 2026, somente nos Estados Unidos.

Em contrapartida, a LG possui outra visão em relação ao potencial das máquinas usando a força do trabalho humano.

CLOi SuitBotCLOi SuitBot

Ainda neste mês, em Berlim, ocorre a IFA, em que a LG irá apresentar a sua mais recente criação para a linha de robótica. A coreana descreve a novidade como sendo o seu primeiro “robô vestível centrado no ser humano”.

Nomeado de CLOi SuitBot, o exoesqueleto robótico foi projetado para “apoiar as pernas de um usuário”, fornecendo uma maior força e mobilidade aos trabalhadores de fábrica e ainda pessoas que precisam fazer trabalhos mais pesados.

LG desenvolve robô que auxilia trabalho humano em fábricas.LG desenvolve robô que auxilia trabalho humano em fábricas.

Conforme a LG, o robô foi construído em parceria com a empresa coreana SG Robotics, e foi elaborado com um “encaixe confortável e articulações naturalmente giratórias”. Além disso, ele possui calçados embutidos em formato de sandálias, que podem se ajustar automaticamente para que o usuário consiga entrar e sair do robô sem dificuldades.

O robô integra a linha CLOi, da LG, que apareceu pela primeira vez durante este ano na CES. Deste modo, o SuitBot irá se conectar a esses outros robôs da família para criar uma “rede de trabalho inteligente”.

Ainda não temos informações de quando a LG irá disponibilizar o SuitBot comercialmente. Porém, o que podemos constatar é que as empresas estão cada vez mais interessadas em encontrar meios de integração entre homem e máquina. O futuro é este, não temos como fugir.

TAGS: LG, robo, tecnologia
COMPARTILHE
Comentários
Carregar comentários