Oficina da Net Logo

LG demite funcionários da fábrica de celulares em São Paulo

Através do anúncio de medidas, o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté lamentou os desligamentos feitos pela LG.

Por | @oficinadanet LG

De acordo com informações divulgadas nesta sexta-feira (15), a LG Eletronics demitiu cerca de 50 funcionários de sua fábrica que fica localizada na cidade Taubaté (SP). Conforme a empresa, os cortes ocorreram em razão do alto volume de estoque e ainda pelo cenário de mercado instável com a atual cotação do dólar.

A companhia disse ainda que os cortes foram feitos no setor responsável pela produção de smartphones e serve como base de adequação ao mercado brasileiro. Outra medida tomada pela empresa foi a concessão de férias coletivas para aproximadamente 437 funcionários. A LG marcou evento para dia 5 de julho, provavelmente para lançar o LG G7 no Brasil.

A pausa em questão, segundo a empresa, está sendo usada para adequar a produção com a demanda da empresa e irá acontecer por 15 dias. Assim, o retorno para os funcionários está previsto para acontecer em 3 de julho.

LG Celulares do BrasilLG Celulares do Brasil

"A pausa é para adequar a produção com a demanda da empresa e vai acontecer por 15 dias começa a partir da próxima segunda-feira (18). O retorno está previsto para o dia 3 de julho", disse a empresa.

Através do anúncio de medidas, o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté lamentou os desligamentos feitos pela LG:

“Mesmo não tendo o número de trabalhadores dispensados no momento, a diretoria do sindicato está tentando marcar uma reunião com a empresa para discutir essas demissões.”

A LG Eletronics, atualmente, conta com cerca de 1,5 mil funcionários na fábrica de Taubaté. Na unidade são produzidos celulares, monitores e itens da linha branca, além de possuir um setor de callcenter.

Vale mencionar que a LG vem enfrentando várias dificuldades no mercado de smartphones há um bom tempo, que certamente contribuiu para a demissão dos funcionários, além das férias coletivas. Esperamos que a empresa consiga se reestabelecer e que novas demissões não precisem ser acertadas, afinal ela consegue produzir bons smartphones. 

Assista ao nosso review do LG G6

 

COMPARTILHE
Comentários
Carregar comentários