Características da linguagem XML

O XML provê uma representação estruturada dos dados que mostrou ser amplamentemente implementável e fácil de ser desenvolvida. Implementações industriais na linguagem SGML (Standard Generalized Markup Language) mostraram a qualidade intrínseca e a força industrial do formato estruturado em árvore dos documentos XML.

Por | @oficinadanet Programação

Representação estruturada dos dados


O XML provê uma representação estruturada dos dados que mostrou ser amplamentemente implementável e fácil de ser desenvolvida.

Implementações industriais na linguagem SGML (Standard Generalized Markup Language) mostraram a qualidade intrínseca e a força industrial do formato estruturado em árvore dos documentos XML.

O XML é um subconjunto do SGML, o qual é otimizado para distribuição através da web, e é definido pelo Word Wide Web Consortium(W3C), assegurando que os dados estruturados serão uniformes e independentes de aplicações e fornecedores.

O XML provê um padrão que pode codificar o conteúdo, as semânticas e as esquematizações para uma grande variedade de aplicações desde simples até as mais complexas, dentre elas:
  • Um simples documento.
  • Um registro estruturado tal como uma ordem de compra de produtos.
  • Um objeto com métodos e dados como objetos Java ou controles ActiveX.
  • Um registro de dados. Um exemplo seria o resultado de uma consulta a bancos de dados.
  • Apresentação gráfica, como interface de aplicações de usuário.
  • Entidades e tipos de esquema padrões.
  • Todos os links entre informações e pessoas na web.

Uma característica importante é que uma vez tendo sido recebido o dado pelo cliente, tal dado pode ser manipulado, editado e visualizado sem a necessidade de reacionar o servidor. Dessa forma, os servidores tem menor sobrecarga, reduzindo a necessidade de computação e reduzindo também a requisição de banda passante para as comunicações entre cliente e servidor.

O XML é considerado de grande importância na Internet e em grandes intranets porque provê a capacidade de interoperação dos computadores por ter um padrão flexível e aberto e independente de dispositivo. As aplicações podem ser construídas e atualizadas mais rapidamente e também permitem múltiplas formas de visualização dos dados estruturados.

Separação entre dados e apresentação


A mais importante característica do XML se resume em separar a interface com o usuário (apresentação) dos dados estruturados. O HTML especifica como o documento deve ser apresentado na tela por um navegador. Já o XML define o conteúdo do documento. Por exemplo, em HTML são utilizadas tags para definir tamanho e cor de fonte, assim como formatação de parágrafo. No XML você utiliza as tags para descrever os dados, como exemplo tags de assunto, título, autor, conteúdo, referências, datas, etc...

O XML ainda conta com recursos tais como folhas de estilo definidas com Extensible Style Language (XSL) e Cascading Style Sheets(CSS) para a apresentação de dados em um navegador. O XML separa os dados da apresentação e processo, o que permite visualizar e processar o dado como quiser, utilizando diferentes folhas de estilo e aplicações.

Características da linguagem XML
Exemplo de aplicação Web em três níveis, a qual é flexível e permite a troca de dados entre mainframes e os clientes (desktops).

Essa separação dos dados da apresentação permite a integração dos dados de diversas fontes. Informações de consumidores, compras, ordens de compra, resultados de busca, pagamentos, catálogos, etc... podem ser convertidas para XML no middl- tier (espécie de servidor), permitindo que os dados fossem trocados online tão facilmente como as páginas HTML mostram dados hoje em dia. Dessa forma, os dados em XML podem ser distribuídos através da rede para os clientes que desejarem.

Fonte: UFRJ

Mais sobre: xml
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo