Introdução à compressão GZIP de um site

O que é a compressão por GZIP de um site, como funciona e de que maneira ajuda na otimização do carregamento de uma página.

Por | @jonathanlamimkt Programação

O que é a compressão por GZIP de um site, como funciona e de que maneira ajuda na otimização do carregamento de uma página.

A compressão por GZIP é uma das possibilidades mais importantes para otimizar um site, para buscar um melhor desempenho no carregamento das páginas. Consite em enviar os códigos do site em formato comprimido, para que ocupem muito menos espaço e portanto se tranfiram pela rede de forma mais rápida.

A maneiro mais normal de enviar os arquivos comprimidos é configurar o servidor web onde estã hospedado o site, seja ele Apache, IIS ou qualquer outro sistema, para marcar que se utilize algum dos métodos de compressão para os arquivos. Podemos adiantar que essa configuração é muito simples de ser realizada e nos próximos artigos vamos explicar detalhadamente como realiza-la de diversas formas.

Outra maneira de enviar os arquivos comprimidos é programar nós mesmos esta funcionalidade com algum módulo, criado em alguma linguagem de programação de servidor, como por exemplo PHP. Essse módulo se encarregaria de comprimir os arquivos e enviá-los comprimidos para o servidor, mas essa técnica só é recomendada se não houver a possibilidade de configurar diretamente o servidor web.

Veremos maneoiras distintas de conseguir esta configuração e assim qualquer pessoa, em qualquer âmbito de trabalho, possa otimizar a distribuição dos conteúdos de sua página com GZIP.

Vantagens de comprimir com GZIP



A vantagem de comprimir com GZIP nosso site é que ele ficará mais leve, o que levará a outras vantagens:

Menor uso de banda / transferência: o site enviará arquivos comprimidos e portanto, a transferência que utilizará para uma mesma página, será muito menor que se ela não estivesse comprimida.

Velocidade do site: os arquivos comprimidos irão demorar menos tempo para serem enviados aos destinatários, portanto o site carregará com maior rapidez. Se estamos otimizando o site em busca de melhorar o tempo de carregamento, a compressão GZIP será uma das mais importantes opções que teremos a nossa disposição e poderemos configurá-la em poucos minutos.

Suporte e todos os navegadores atuais: hoje em dia podemos estar tranquilos com a compatibilidade da compressão com GZIP, uma vez que todos os navegadores atuais a implementam.

Na realidade, comprimir os arquivos com GZIP sempre nos traz vantagens interessantes que farão que nosso site carregue de forma mais rápida. O único ponto que poderia trazer problemas é que o navegador que está sendo utilizado pelo visitante do site não tenha suporte à compressão das páginas, mas em um panorama atual dos navegadores, isso é pouco provável. Portanto, a não ser que o site deva ser compatível com o Internet Explorer 3, pode utilizar a compressão GZIP sem problema algum.

De qualquer forma, nosso servidor pode enviar os arquivos comprimidos somente aos navegadores com suporte a esse formato, o que não nos causará preocupação com o caso de falta de compatibilidade.

Sites populares como o Yahoo.com ou o Google comprimem suas páginas com GZIP antes de enviá-las ao servidor, isso nos mostra que também devemos utilizar essa possibilidade de otimização. Se não fizermos, estamos perdendo uma boa oportunidade para tornar nosso site mais rápido.

Como exemplo, o site do Yahoo.com ocupa cerca de 150Kb, mas como é enviado de forma comprimida, são transferidos apenas 30Kb.

No próximo artigo veremos como funciona a compressão GZIP nas comunicações entre cliente e servidor.

Mais sobre: desenvolvimento programação otimização
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo