Como vimos anteriormente, trabalhar com a API do Twitter é muito simples quando utilizamos alguma classe PHP que nos sirva de ponte entre a API e os scripts PHP. Por esse motivo estamos trabalhando com a Twitter Class, um script PHP de código aberto que apresentamos nos primeiros tutoriais da série.

O que vamos explicar neste tutorial é simples e requer poucas linhas de código. Veremos que o envio do post ao Twitter é uma única sentença PHP, uma chamada ao método updateStatus(), da classe que estamos trabalhando. Veremos também que existem outros métodos interessantes, implementados na classe PHP que está sendo utilizada, por exemplo, saber se temos conexão com a API do Twitter e se o usuário que estamos utilizando está autenticado corretamente.


Métodos da Twitter CLass que iremos utilizar


test()
O método test() serve para verificar se há comunicação com a API do Twitter. Esse método não recebe nenhum parâmetro, e simplesmente devolve um valor booleano (true ou false) informando se há conexão ou não.

verifyCredentials()
Esse método também não recebe parâmetros, e devolve, assim como o método test(), um valor booleano para que saibamos se foi ou não iniciada uma sessão com a API e se a mesma está devidamente autenticada. Como se pode imaginar, ele devolve true se o login e a senha corresponderem com o de um usuário do Twitter, ou false caso não haja êxito na autenticação.

Observação
Recomendamos que a autenticação com a API do Twitter seja realizada com os dados que são enviados ao construtor da classe Twitter Class.
$obj_twitter = new Twitter('usuario', 'senha');

updateStatus()
Método responsável por enviar o post para o Twitter, recebendo como parâmetro uma cadeia de caractéres (a mensagem). Devemos lembrar que a mensagem do post deve contar no máximo 140 caracteres.


Formulário para enviar um post para o Twitter


Agora que já conhecemos os métodos necessários para trabalhar neste exemplo, vejamos o script PHP que poderemos usar para enviar os posts ao Twitter. Nesse caso, vamos fazer um formulário HTML que terá os campos de autenticação e um textarea para que a mensagem seja escrita.

Ao enviar o formulário, faremos a verificação dos dados, a existência de conexão com o Twitter e se o login do usuário poderá realizar a operação corretamente. Caso todas essas verificações sejam positivas, a mensagem será enviada.

Código HTML/PHP do formulário

   
   Enviando posts para o Twitter com PHP e Twitter Class
   
   
   

   Usuário:
   


Senha:

Mensagem (máximo de 140 caractéres):


'; }else{ //incluimos a Twitter Class include "twitter.php"; $usuario_twitter = new Twitter($_POST["user"],$_POST["senha"]); //verificamos se há conexão com a API do Twitter if($usuario_twitter->test()){ echo "
Há conexão com o Twitter."; //verificamos se o login e senha estão corretos if ($usuario_twitter->verifyCredentials()){ echo "
Usuário autenticado com sucesso."; //sendo assim, enviamos a mensagem $usuario_twitter->updateStatus($_POST["mensagem"]); echo "

Mensagem Enviada!!!!

"; }else{ echo "
Usuário não autenticado."; } }else{ echo "Sem conexão com o Twitter."; } } ?>

Para facilitar a compreensão, o código acima está com os devidos comentários.

Como se pode ver, são feitos vários testes antes de enviar a mensagem ao Twitter, mas poderiamos complicar um pouco mais validando também se a mensagem é maior que 140 caractéres, já que o Twitter não permite mais que isso. Mas não vamos fazer isso agora.

Esperamos que este exemplo tenha sido útil para vocês leitores. A partir do próximo tutorial iremos aplicar os conhecimento adquiridos até o momento para a montagem de um cliente para Twitter, usando a classe Twitter Class e funcionalidades básicas do PHP.

Até a próxima!!!