Quais as vantagens de um negócio online?

No último final de semana me encontrei com alguns velhos amigos para uma boa cerveja. A famosa pergunta “o que você está fazendo da vida” veio à tona naturalmente… Creio que meus amigos estavam curiosos para saber que golpe de sorte me atingiu para que eu chegasse dirigindo um Porshe Carrera e mencionasse minha ida à Africa no mês anterior para escalar o monte Kilimanjaro.

Por | @oficinadanet Empreendedorismo

No último final de semana me encontrei com alguns velhos amigos para uma boa cerveja. A famosa pergunta “o que você está fazendo da vida” veio à tona naturalmente… Creio que meus amigos estavam curiosos para saber que golpe de sorte me atingiu para que eu chegasse dirigindo um Porshe Carrera e mencionasse minha ida à Africa no mês anterior para escalar o monte Kilimanjaro.

Eu tenho um negócio online, eu respodi. Um deles logo retrucou – “ah, você criou uma start-up e atraiu investidores que colocaram milhões no seu negócio, não foi?!” – ele ficou sem palavras e meio confuso quando eu respondi, não, eu não tenho investidores, eu mantenho meu negócio sozinho em que vendo um livro em formato digital que escrevi, com 1 assistente apenas para me ajudar.

Pude ver a descrença no rosto de meus velhos amigos… Um deles quebrou o silêncio questionando, “mas… eu ouvi dizer que autores de livros não fazem muito dinheiro, têm que sobreviver de palestras e consultoria e usam o livro para publicidade somente… É isso que você está fazendo usando seu livro como fonte de credibilidade, não?!”

E eles ficaram ainda mais surpresos quando eu respondi que não, que eu raramente dou palestras e não faço mais consultoria ou treinamento individual – meu tempo é precioso! Aí eu comecei a explicar para eles que autor que não faz dinheiro é aquele que coloca sua obra nas mãos de uma editora, que lhe paga de 8 a 15% do valor de capa do livro, não faz esforço algum para divulgá-lo (isso é com o autor!) e além de tudo se torna “dona” do conteúdo do livro, podendo mudá-lo e fazer o que quiser com ele. No meu caso é diferente, eu mesmo publico meu livro em formato digital e mantenho 100% dos lucros. E como você faz isso? – era a pergunta da hora!

Foi a minha vez de ficar surpreso… Será que meus amigos nunca tinham visto um e-book ou livro digital? Ora bolas! Para criar um e-book basta transformar um arquivo de Microsoft Word em PDF no clique de um botão! Empresas usam essa tecnologia para proteger documentos direto, será que meus amigos não sabiam que um e-book é um arquivo em PDF e que para fazer um PDF basta apertar um botão? Para minha estufepação, não, eles não sabiam! Nenhum deles jamais tinha lido um “e-book”. Por esse motivo também, todos eles ficaram bem desconfiados quando eu disse que o e-book vende muito bem, obrigado!

Como você vende esse “e-book” foi a próxima dúvida esmagante… Meus amigos estavam loucos para descobrir o “meu segredo” que permitia que eu ficasse pirampulando pelo mundo e andasse de Porshe. Eu podia ver em seus olhos a curiosidade misturada com desconfiança – será que ele não ganhou na loteria e está inventando essa estória de e-book?” – Na cabeça deles, como nenhum deles jamais havia lido um e-book, era natural pensar que outras pessoas também não estavam interessadas em comprar tal tipo de livro e como consequência não seria possível que tanta gente comprasse o meu a ponto de proporcionar o estilo de vida que eu tenho (e só com 1 assistente??). Se essa é também sua desconfiança, saiba que em 2008, meus livro sobre como ter um abdômen perfeito, vendeu 200.000 cópias!

Eu lhes dei o endereço do meu website para dar um pouco mais de credibilidade à minha estória! Eles podiam ver meu nome lá como autor do e-book. O próximo choque foi com relação ao preço do e-book… 40 dólares?! Quem paga 40 dólares por um livro que não é nem “de verdade”? Eu posso ir até uma livraria e comprar um livro sobre esse mesmo assunto pela metade do preço! - Eu respondi que o mercado online aceita esse preço! Há e-books em mercados mais elitizados como forex (mercado financeiro), golfe e marketing online que custam 97 dólares e vendem que nem água! Meus amigos não podiam acreditar no que estavam vendo e ouvindo, e aí veio a pergunta inevitável: “Mas quanto você está fazendo por ano com esse negócio de e-book?” – A minha resposta os fez quase cair das cadeiras (literalmente)! Ano passado eu fiz 4 milhões de dólares, isso de lucro, depois de pagar por marketing, comissão de parceiros e taxas financeiras. Esse ano a projeção é de que vou fazer em torno de 5.5 milhões, e esse negócio só tende a crescer! Se eu não fosse tão preguiçoso, podia escrever mais e-books e fazer mais dinheiro, mas como dinheiro não é tudo na vida, eu fico quieto e aproveito meu tempo fazendo outras coisas, como esquiar e escalar montanhas. O nosso “professor” Eben Pagan (sob o pseudônimo David D’Angelo) que domina o mercado de dicas para homens que querem se dar bem com as mulheres, faz 25 milhões de dólares por ano e mantém um rol de produtos tanto digitais como físicos como conjuntos de DVDs e mesmo seminários presenciais que custam 10 mil dólares por cabeça! Tudo, no entanto, sai de seu website, nada é divulgado “offline” ou seja, ele não tem anúncios na TV, jornal, rádio, revistas, etc. Eben trabalha em seu próprio apartamento e mantém um escritório no andar de baixo.

Meus amigos estavam embasbacados de saberem que é possível fazer esse tipo de dinheiro na Internet sem criar um monstro de empresa, atrair investidores e trabalhar dia e noite. É isso que a gente ouve por aí, não é mesmo?! A gente ouve falar dessas pessoas que trabalham na Internet, nem comem direito, abdicam de tudo, família, amigos, lazer e aí sim acabam fazendo milhões, mas parecia inacreditável para meus amigos que eu pudesse fazer milhões viajando pelo mundo com apenas 1 pessoa trabalhando pra mim. Vale mencionar que essa pessoa trabalha em sua própria casa e é apenas um “assistente virtual”, não é contratada por mim e eu não devo nenhum tipo de imposto empregatício para o governo.

Eu expliquei então para eles que essas pessoas que se matam de trabalhar na Internet, trabalham para outras empresas que são conhecidas por puxarem demais seus funcionários como Microsoft, Google, HP, Apple, etc. Ou essas pessoas estão desenvolvendo alguma coisa nova e depois vão procurar investidores para comprar essa nova tecnologia e lhes recomensar com seus milhões.

No meu caso, eu trabalhei por alguns meses para escrever meu e-book, paguei 70 dólares para um cara que eu achei no elance.com para construir meu site, pois eu não sabia nada sobre isso na época, coloque meu e-book à venda no Clickbank que é um shopping só de e-books e pronto. O Clickbank cobra meus clientes e depois deposita na minha conta de 15 em 15 dias os valores gerados. Meu assistente faz o atendimento aos visitantes e clientes respondendo perguntas, ajudando eventualmente alguém que não consegue acessar os e-books e pronto, é isso. Não tem mais nada pra fazer. Eu gerencio a publicidade e o marketing, comprando anúncios em outros sites e em mecanismos de busca como o Google, mas nada disso toma muito do meu tempo. Eu, como tenho constante interesse pelo que escrevo, continuo pesquisando o assunto e atualizo o livro de tempos em tempos, mas isso não requer muito do meu tempo, além do que eu estou motivadamente disposto a empregar.

Mesmo depois de escutarem toda a minha história, meus amigos ainda estavam confusos e desconfiados, como se estivessem tentando achar o “elo perdido” entre eu e eles para explicar porque eu podia e eles não… Um deles falou: “ah, eu nunca seria capaz de escrever um livro, eu sempre fui muito ruim em redação…” – na qual eu respondi: Muitos empresários online são 100% empreendedores, ou seja, tudo é feito por outras pessoas contratadas ou terceirizadas, inclusive a produção do produto, que não precisa obviamente ser um e-book, esse é o meu caso particular, mas mesmo assim, é possível vender e-books sem que você precise escrever uma linha sequer. Tem muito estudante de jornalismo e letras precisando de dinheiro que escreveria um livro de qualidade sobre qualquer assunto por um valor irrisório para o empreendedor. Muitos autores de livros “de verdade” na lista de best-sellers não escreveram os próprios livros! Utilizar um profissional que escreve profissionalmente é uma prática muito comum no mercado editorial.

Eu comecei sem saber absolutamente nada sobre a internet e como vender online. Fui descobrindo tudo aos poucos, tanto que no primeiro ano de atividades, eu sabia tão pouco que não fiz o suficiente para ser capaz de pedir demissão do meu antigo emprego, o que só aconteceu mais tarde depois de eu ter aprendido como melhorar o meu site em termos de como eu anunciava o e-book, como eu o promovia dentro do site, é que as vendas começaram a melhorar.

A questão que quero que fique claro para você, leitor, é que tudo o que eu aprendi, aprendi sozinho, em cursos online, outros e-books e tentativa e erro e sei que muitas outras pessoas que estão na mesma posição que eu no mercado online começaram da mesma forma. Não houve nenhum golpe de sorte, não fiz parceria com ninguém grande e não fiz nenhum curso “super secreto” que não está disponível para você. Todas as informações que eu obtive que são responsáveis pelo meu sucesso hoje, também estão plenamente disponíveis para qualquer um, basta procurar e basta se dedicar a estudar essas informações e principalmente tomar uma atitude de colocar em prática o que se aprende. O aprendizado pode ser um pouco lento, pois se você é hoje como eu era no começo, você sabe muito pouco sobre como estabelecer e manter um negócio online, mas não fique tentando encontrar alguma razão pela qual eu sou diferente de você e por isso você não pode repetir o meu sucesso! Eu sou um cara normal, sem nada de especial! Também não tive nenhuma vantagem ao criar meu negócio, comecei pequeno, investi menos de 100 dólares para começar e poderia ter investido bem menos se na época eu não fosse tão medroso e não tivesse medo de construir meu próprio site, o que hoje eu vejo que poderia ter feito, pois é bem simples! Mesmo assim recuperei os 100 dólares, que foram gastos com a confecção do site, registro do domínio e hospedagem do domínio, rapidamente. O negócio demorou para atingir a marca dos milhões, mas pelo menos o investimento inicial foi recuperado quase que imediatamente, me permitindo ter paz de espírito para me dedicar a aprender como fazer meu negócio crescer sem me estressar em como iria recuperar meu investimento, o que seria uma realidade se eu tivesse investido muito!

Uma das maiores vantagens de um negócio online é justamente essa, o investimento é muito pequeno e quanto mais coisas você aprender a fazer sozinho, menos tem que gastar pagando para os outros fazerem para você! Mas… se você tem dinheiro para investir e não quer fazer nada sozinho, não há nada de errado em terceirizar, muito gente de sucesso faz isso também.

As demais vantagens de um negócio online, acho que ficaram bem claras nesse artigo, não?! Tudo online funciona sem você, trabalhar ou não é opcional, ou seja, se você quiser estar constantemente escrevendo artigos, aprimorando seu produto, criando novos produtos, fazendo publicidade, você pode, se quiser tirar 1 ano de férias, você pode, é tudo uma opção. A beleza desse negócio é que se você optar por não fazer tudo isso, o negócio não vai morrer, ao contrário de muitos negócios offline que exigem constante presença e trabalho do empreendedor. A minha preferência é por um tipo de negócios que me dê opção e liberdade. Se eu estou com vontade de trabalhar, eu trabalho, se não, não faz diferença. Se eu cair doente amanhã, minha família estará amparada. Se eu quiser trabalhar em um novo projeto, um novo site ou mesmo algo fora da Internet, eu posso, não preciso pedir autorização pra ninguém e não preciso sacrificar o negócio que já existe. Eu não sei você, leitor, mas eu não consigo imaginar uma modalidade de negócios melhor que essa!

Autor: Mike Geary é personal trainer e expert em nutrição. Mike é autor do e-book “The Truth about Six Pack Abs” © (Você pode conhecer mais sobre o seu trabalho clicando no título do livro que o levará para seu website.)
Fonte: Empreendedorismo Online

Mais sobre: empreendedorismo negócio online
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar