Curso de HTML - Aula 5

Amados leitores, estou de volta com mais uma aula do nosso curso, e hoje falarei sobre Tags de Efeitos, para que você possa dar um pouco de movimento à sua página.

Por | @jonathanlamimkt Programação
A primeira Tag que veremos é a Tag MARQUEE, ela é responsável por dar um efeito de rolagem no texto da sua página.

Sintaxe:


                   direction=direção
                   loop=num_rolagens
                   scrollamount=velocidade
                   scrolldelay=pixels_a_percorrer_texto>



Todo texto ou objeto que estiver dentro da Tag MARQUEE estará em movimento, de acordo com a configuração feita para a Tag.

Vejamos cada um dos parâmetros da Tag MARQUEE:

Behavior: define a forma de rolagem do texto, podendo ter 3 valores possíveis.
SCROLL – rolagem continua em um mesmo sentido
SLIDE – o letreiro sai do ponto de partida e ao chegar ao seu final, pára
ALTERNATE – o letreiro deslizará de um lado para o outro da tela

Curso de HTML - Aula 5

Direction: Define a direção de rolagem do letreiro. Podem ser utilizados dois valores, LEFT (esquerda) e RIGHT (direita).

Curso de HTML - Aula 5

Loop: Este parâmetro define o número de vezes que o letreiro deslizará pela página, o valor INFINITE (o padrão), define uma rolagem constante.

Curso de HTML - Aula 5

Scrollamount: Este parâmetro define a velocidade de rolagem do letreiro, dada em milissegundos.

Curso de HTML - Aula 5

Scrolldelay: Define a quantidade de pixels que irá percorrer cada quadro.

Curso de HTML - Aula 5

A segunda Tag que veremos é a Tag BGSOUND, que possibilita a execução de trechos de som. El foi incorporada a partir da versão 2.0 do Internet Explorer, e aceita os padrões MID, AU e WAV de arquivos de som.

Sintaxe:



Curso de HTML - Aula 5

Loop: Este atributo permite definir o número de vezes que o arquivo de som será executado, aceita os seguintes valores:

Curso de HTML - Aula 5

Curso de HTML - Aula 5

Balance: Especifica ou recebe um valor entre -10000 e +10000, indicando balanço do som. O valor -10000 indica que o som será executado todo na caixa esquerda e +10000 indica que o som será executado todo na caixa direita. O valor 0 (zero) indica que o som manterá um balanço equilibrado, é o valor padrão, portanto, não pode ser omitido.

Volume: Recebe um valor entre -10000 e 0 (zero) indicando o volume em que o arquivo de som será executado, -10000 indica o valor mínimo e 0 (zero) indica o valor máximo.

A próxima Tag a ser vista é a Tag DYNSRC, ela permite incluir um trecho de vídeo em um documento de hipertexto. A Microsoft definiu um novo atributo nomeado DYNSRC (dynamic source, fonte dinâmica) para ser inserido dentro da Tag Curso de HTML - Aula 5. O formato de arquivo de vídeo suportado é o AVI (Audio Video Interleave). Para que os demais navegadores, incapazes de entender o atributo DYNSRC, possam também receber a imagem, ainda que estática, inclui-se na mesma Tag o atributo SRC com o arquivo de imagem comum correspondente.

Sintaxe:


   src=imagem.jpg
   width=largura
   height=altura
   start=evento
   loop=num de execucoes
   loopdelay=n>


SRC: utilizamos o atributo SRC para definirmos uma imagem (estática) que irá representar o trecho de vídeo na janela do browser, esta imagem é útil para ocasiões em que desejamos que o visitante escolha a visualização ou não do vídeo e, principalmente, para que outros browsers que não suportam esta Tag tenham a visualização de algum objeto. O arquivo de imagem pode ser no formato GIF ou no formato JPG.

Curso de HTML - Aula 5

Width/Height: Definem respectivamente largura e altura da área reservada.

Curso de HTML - Aula 5

Start: O parâmetro START define o evento que irá disparar o trecho do vídeo. Estes eventos podem ser passados da seguinte forma:

Curso de HTML - Aula 5

Loop: este parâmetro define o número de vezes que o trecho do vídeo irá ser exibido.

Curso de HTML - Aula 5

Vejamos agora a Tag APPLET. Essa tag é utilizada para incorporar applets Java aos sues roteiros HTML. Essa Tag pode variar desde muito simples, com apenas 3 ou 4 parâmetros de funcionamento, até algo realmente complexo, dependendo do applet que você está incorporando.

Os applets são programas escritos na linguagem Java e, quase todos os applets, são armazenados em arquivos com extensão .class.

Ao utilizar um applet Java é muito importante observar o nome exato de seu arquivo .class, pois a linguagem Java é sensível à letras maiúsculas e minúsculas (case sensitive).

A Tag possui no mínimo 3 atributos, que deverão ser sempre definidos, o restante corre por conta do applet, a forma como foi escrito e suas configurações possíveis. Como já foi citado anteriormente, um applet pode ser muito simples, mas pode também conter um número realmente surpreendente de atributos de configuração.

É impossível colocarmos aqui todos os applets existentes, já que são programas de criação livre e, em grande parte das vezes, escritos por autores desconhecidos. Todos os dias aparecem applets novos na Web, então farei apenas uma referência com alguns exemplos de utilização de applets.

Sintaxe:



Curso de HTML - Aula 5

Os parâmetros do applet



Dentro do par ... é que você irá definir o comportamento do seu applet, isto acontece na Tag .

Embora nem todos os applets permitam a sua personalização, aqueles que permitem, tem a sua configuração definida pela Tag . A quantidade de parâmetros definidos depende do applet que está sendo configurado.

Sintaxe:



Name: o nome do parâmetro que está sendo configurado
Value: o valor que configura o parâmetro.

Exemplos comuns de applets são os Java applets e vídeos Flash. Outro exemplo é o applet do Windows Media Player que é usado para exibir arquivos de vídeo embebidos no Internet Explorer (e outros navegadores que suportam o plugin). Vários plugins também permitem a exibição de vários modelos 3D em um navegador, através de um applet que permite que a vista do modelo seja rotacionada e aproximada. Muitos jogos de navegador (browser games) são baseados em applets, e muitos podem se desenvolver e se tornar aplicativos com funcionalidade completa, que requer instalação.

Mais sobre: curso_html applet param
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo