Criando os primeiros scripts

Por | @oficinadanet Programação
olha pessoal "vai ai uma noção de como criar seu primeiro SCRIP em PHP

Criando os primeiros scripts em  PHP
Primeiro Exemplo

Neste exemplo, criaremos um script com uma saída simples, que servirá para testar se a instalação foi
feita corretamente:


Aprendendo PHP

echo "Primeiro Script";
?>



Salve o arquivo como “primeiro.php3” no diretorio de documentos do Apache (ou o Web Server
“http://localhost/primeiro.php3”.
escolhido). Abra uma janela do navegador e digite o endereço
Verificando o código fonte da página exibida, temos o seguinte:


Aprendendo PHP

Primeiro Script



Isso mostra como o PHP funciona. O script é executado no servidor, ficando disponível para o usuário
apenas o resultado. Agora vamos escrever um script que produza exatamente o mesmo resultado utilizando uma variável:


Aprendendo PHP

$texto = "Primeiro Script";
echo $texto;
?>



Ao clicar num botão “Submit” em um formulário HTML as informações dos campos serão enviadas ao
servidor especificado para que possa ser produzida uma resposta. O PHP trata esses valores como variáveis, cujo nome é o
nome do campo definido no formulário. O exemplo a seguir mostra isso, e mostra também como o código PHP pode ser
inserido em qualquer parte do código HTML:


Aprendendo PHP

if ($texto != "")
  echo "Você digitou "$texto"

";
?>









Ao salvar o arquivo acima e carregá-lo no browser, o usuário verá apenas um formulário
que contém um espaço para digitar o texto, como visto na figura 01. Ao digitar um texto qualquer e
submeter o formulário, a resposta, que é o mesmo arquivo PHP (indicado pela constante
$PATH_INFO, que retorna o nome do arquivo) será como na figura 02:
[Imagem16]  [Imagem17]
figura 01 figura 02
Isso ocorre porque o código PHP testa o conteúdo da variável $texto. Inicialmente ele é uma string vazia,
e por isso nada é impresso na primeira parte. Quando algum texto é digitado no formulário e submetido, o PHP passa a
tratá-lo como uma variável. Como no formulário o campo possui o nome “texto”, a variável com seu conteúdo será $texto.
Assim, no próximo teste o valor da variável será diferente de uma string vazia, e o PHP imprime um texto antes do
formulário.

PHP também permite interagir com informações do browser automaticamente. Por exemplo, o script a
seguir mostra informações sobre o browser do usuário. As figuras 03 e 04 mostram o resultado visto no Netscape
Communicator e o Microsoft Internet Explorer, respectivamente.


Aprendendo PHP





Observe que o resultado mostra características de cada browser, como a versão, e no caso do
Communicator até o idioma (“en”). Com isso, se você criar uma página com recursos disponíveis somente no Internet
Explorer, por exemplo, pode esconder o código dos outros browsers, com um código semelhante ao seguinte:


Aprendendo PHP

if  (strpos($HTTP_USER_AGENT,"MSIE 5") != 0) {
  echo "Você usa Internet Explorer";
} else {
  echo "Você não usa Internet Explorer";
}
?>



Neste exemplo, será apenas exibido um texto informando se está sendo utilizado o Microsoft Internet
Explorer ou não, mas para outras funções poderia ser utilizado algo semelhante.
strpos(string1,string2)
É bom notar o surgimento de mais uma função no código anterior:
Essa função retorna a posição da primeira aparição de string2 em string1, contando a partir de zero, e não retorna valor
$HTTP_USER_AGENT “MSIE”
contém a string  , basta testar se
algum se não ocorrer. Assim, para testar se a string
strpos
devolve algum valor.

Conexão com o servidor
A conexão com o servidor de banco de dados mySQL em PHP é feita através do comando
mysql_connect, que tem a seguinte sintaxe:
int mysql_connect(string /*host [:porta]*/ , string /*login*/ , string
/*senha*/ );
Os parâmetros são bastante simples: o endereço do servidor(host), o nome do usuário (login) e a senha
para a conexão. A função retorna um valor inteiro, que é o identificador da conexão estabelecida e deverá ser armazenado
numa variável para ser utilizado depois. No nosso exemplo, temos como servidor de banco de dados a mesma máquina que
roda o servidor http, como login o usuário “root” e senha “phppwd”:
$conexao = mysql_connect(“localhost”, “root”, “phppwd”);
Assim, se a conexão for bem sucedida (existir um servidor no endereço especificado que possua o usuário
$conexão
com a senha fornecida), o identificador da conexão fica armazenado na variável
Seleção do banco de dados
Uma vez conectado, é preciso selecionar o banco de dados existente no servidor com o qual desejamos
mysql_select_db
, que possui a seguinte sintaxe:
trabalhar. Isso é feito através da função int
int mysql_select_db(string /*nome_base*/, int /*conexao*/ );
O valor de retorno é 0 se o comando falhar, e 1 em caso de sucesso. O nome da base de dados a
selecionar é o primeiro parâmetro fornecido, seguido pelo identificador da conexão. Se este for omitido, o interpretador
PHP tentará utilizar a última conexão estabelecida. Recomenda-se sempre explicitar esse valor, para facilitar a legibilidade
do código. No nosso exemplo, a base de dados a ser selecionada possui o nome “ged”:
mysql_select_db(“ged”, $conexao);

ta ai pessoal, espero que isso ajudem voces criar o seu primeiro Script em PHP e MySQL..! até mais

Mais sobre:
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários