Criando rapidamente uma String de Conexão em ASP/Dreamweaver

Nesse primeiro artigo eu vou ensinar a criar uma string de conexão para conectar seu BD Access ao ASP.

Criando rapidamente uma String de Conexão em ASP/Dreamweaver

Olá a todos,


Nesse primeiro artigo eu vou ensinar a criar uma string de conexão para conectar seu BD Access ao ASP.


Apesar de estarmos na era do PHP, AJAX, .NET e tal, o ASP ainda é muito utilizado, sem contar que muita gente decide começar sua jornada na Web programando nessa linguagem.


A maioria dos iniciantes desanima na hora de fazer a bendita da conexão com o banco de dados, pois na hora de fazer a string, muitas vezes não obtemos o resultado desejado.


Vamos utilizar basicamente para esse artigo:

Conhecimento básico de Windows
Dreamweaver (do MX para cima funciona)
Um banco de dados Access qualquer



1º Passo:


Você deve ter o arquivo com o banco de dados colocado em uma pasta no seu servidor (localhost). A pasta pode ter um nome sugestivo, como "bd".

Em seguida, abra o programa Bloco de Notas. Não precisa digitar nada, basta salvar o arquivo com um nome qualquer, e a extensão ".UDL". Veja na figura abaixo como proceder:



2º Passo:


Feito o arquivo .UDL, você já deve ter notado o ícone, basta dar um duplo-clique sobre ele. Você cairá na seguinte janela:





Na aba Provedor escolha Microsoft Jet 4.0 OLE Db Provider.


Na aba Conexão você irá selecionar o local onde está localizado a base de dados. Observe:








Se o Windows retornar uma resposta positiva, basta clicar em OK.


3º Passo


Botão direito do mouse sobre seu arquivo .UDL / Abrir com / Bloco de notas. Está aí a String de Conexão com o Banco de dados!


Finalizando


Acesse o Dreamweaver, abra o site já definido para suportar ASP/VbScript. Em Application, selecione a opção Custom Conection String.







Defina um nome para a conexão, e na caixa Connection String cole a string de conexão que foi criada pelo arquivo .UDL, lembrando que você tem um botão chamado TEST, para verificar se a string de conexão funcionará realmente.


Se tudo der certo, você terá acesso ao banco de dados pelo Dreamweaver, e poderá utilizar os recursos do painel Application, bem como do Dreamweaver Developer Toolbox.





Review Notebook ASUS Zenbook 14 UX435: Duas telas, bateria top e muito bonito

O Zenbook 14 versão UX435E, acabou de ser lançado e, sim, a ASUS já nos enviou. Testei ele pelas últimas semanas trabalhando diretamente, minha vontade de mostrar essa segunda tela era tanta, mas não podia. Olha só que animal, o touchpad vira uma tela secundária, totalmente personalizável e útil. Vem ver o que o Zenbook 14 de 2021 tem para te oferecer, o que ele traz de novidades e claro, se vale a pena pagar o preço.

Conteúdo relacionado

Motorola Moto G60 é bom em jogos? - Roda Liso
Roda Liso

Motorola Moto G60 é bom em jogos? - Roda Liso

Analisamos o novo MOTO G60 em onze diferentes jogos de Play Store, dentre eles, Free Fire, Fortnite, PUBG, Call of Duty Mobile, Genshin Impact e outros. Como é jogar com o Moto G60?

O que é Criptografia?
Segurança digital

O que é Criptografia?

Leia sobre criptografia. Trata-se de um conjunto de regras que visa codificar a informação de forma que só o emissor e o receptor consiga decifrá-la. Uma explicação sobre o que é criptografia. O termo Criptografia surgiu da fusão das palavras gregas Kryptós e gráphein.

Inserindo vídeos do YouTube em uma página HTML
Programação

Inserindo vídeos do YouTube em uma página HTML

Amigos, nesse artigo vou mostrar como inserir um vídeo do YouTube (incorporar o vídeo) dentro de uma página HTML. Aprenda a colocar um vídeo do Youtube no seu site. Não se assustem, a coisa é muito simples.

Configurando o Samba no Ubuntu
Softwares

Configurando o Samba no Ubuntu

Aprenda como baixar, instalar e configurar o servidor SaMBa no Linux Ubuntu. O SaMBa é o sistema responsavel pela comunicação entre máquinas Unix (Linux) e Windows, usando protocolo TCP/IP.

Como criar fontes TTF utilizando o CorelDraw - Parte 01
Softwares

Como criar fontes TTF utilizando o CorelDraw - Parte 01

Aprenderemos a criar nossas próprias fontes True Type Font (TTF), conhecidas como “fontes verdadeiras”, faremos isso no CorelDraw, pois nos permite utilizar imagens variadas, como gravuras de livros e desenhos que podem ser scaneados ou vetores do próprio Corel.