Ruby on Rails: Preparando seu ambiente de desenvolvimento

Saiba como preparar seu ambiente de desenvolvimento em Linux para poder trabalhar com Ruby e o framework Rails! Ao contrário de PHP, Ruby é um pouco mais complexo para instalação. Porém, os recursos são muito maiores e o benefício a longo prazo é bem maior.

Por | @oficinadanet Programação

Ao contrário de PHP, Ruby é um pouco mais complexo para instalação. Porém, os recursos são muito maiores e o benefício a longo prazo é bem maior.


Quando começei com Ruby e com o framework Ruby on Rails, tive um pouco de dificuldade até porque eu era novo em Linux, e por isso estou criando esse tutorial para justamente evitar problemas para quem está querendo começar com essa maravilhosa linguagem mas não sabe como.


Estou usando o Ubuntu 9.04 Jaunty (EXT4), por isso não garanto que vá funcionar em todas as distribuições Linux.


Git


O git é um sistema de controle de versão muito utilizado em projetos feito em Ruby. Foi criado uma rede social de compartilhamento de código para esse sistema em Ruby: Github. Portanto, a instalação deste é indispensável:


sudo apt-get intall git-core gitk


SSH


É necessário ter uma chave pública para acessar repositórios públicos:


ssh-keygen


A chave será armazenada em ~/.ssh/id_rsa.pub


Ruby


A linguagem em questão.


sudo apt-get install ruby-full build-essential


 


Rubygems


Gerenciador de pacotes do Ruby.



cd ~


tar xzvf rubygems-1.3.2.tgz

cd rubygems-1.3.2

sudo ruby setup.rb

sudo ln -s /usr/bin/gem1.8 /usr/bin/gem





Mesmo o Rubygems não sendo a última versão você depois poderá atualizar para a última usando:





gem update



Adicione a source do gem do github:



sudo gem source -a http://gems.github.com

Ruby on Rails


O framework Rails é fácilmente instalável como uma gem:


sudo gem install rails


Como a maioria do material disponível (estável) em Rails encontra-se na versão 2.2.2 você pode usar:


sudo gem install rails -v 2.2.2


Apache + MySQL


No Linux é muito mais cômodo, melhor e mais fácil instalar o Apache e o banco de dados a escolha (no caso MySQL por ser mais comum de se usar) do que um pacote contendo várias coisas as vezes desnecessárias (vulgo XAMPP).


Primeiramente instalamos o Apache 2.0 e o MySQL:


sudo apt-get install apache2 mysql-server mysql-client libmysql-ruby libmysqlclient-dev


É necessário instalar a gem do MySQL também:


sudo gem install mysql


Capistrano


Ambiente de desenvolvimento para implementações de modo de produção e muito mais.


sudo gem install capistranosudo gem install capistrano-ext


IDE


Em geral não é necessário um IDE para Ruby, um simples GEdit ou Kate dão conta do recado, porém se você realmente querer:


sudo apt-get install eclipse


Depois de instalado o Eclipse, em plugins procure por RadRails.


Caso queira usar o GEdit, existe uma forma em "transformá-lo" no TextMate, ótimo editor de textos do MAC OS:


sudo apt-get install gedit gedit-plugins


cd ~git clone git://github.com/lexrupy/gmate.gitcd gmatesh ./install.sh


Outras ferramentas


Essa parte é facultativa, porém recomendo o uso de todas as ferramentas abaixo:


MySQL Tools


Para trabalhar com MySQL de maneira mais "visual".


sudo apt-get install mysql-gui-tools-common


Xmind


Ótimo programa para mind mapping.


Site oficial


Repositório no SourceForge


Dicas úteis


API Dock


Ótimo site com a documentação de Ruby e Rails com plugin para Firefox para buscas


Ruby Search


Rails Search


Github


Repositório de projetos públicos e privados não só de Ruby ou Rails como também de diversas outras linguagens.


Website


RubyForge


Repositório de projetos públicos em Ruby.


Website


eBook: Ruby on Rails 2.2 : O que há de novo?


Livro gentilmente disponibilizado por Carlos Brando


Download




Mais sobre: ruby, rubyonrails, rails
Share Tweet
DESTAQUESMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.