Tags head

HEAD contém informações sobre o documento. O elemento TITLE, por exemplo, define um título, que é mostrado no alto da janela do browser. Todo documento WWW deve ter um título; esse título é referenciado em buscas pela rede, dando uma identidade ao documento.

Por | @https://twitter.com/santoseri Programação
contém informações sobre o documento. O elemento </strong>, por exemplo, define um título, que é mostrado no alto da janela do browser. Nesta página, por exemplo, está definido assim:<br /> <br /> <head><title><HEAD> - Coluna Eritieslens Santos

Todo documento WWW deve ter um título; esse título é referenciado em buscas pela rede, dando uma identidade ao documento.

Além do título, contém outras informações de importância para os robôs de pesquisa, indicadas nos campos .

Campos

Os campos têm dois atributos principais:

    * NAME, indicando um nome para a informação
    * HTTP-EQUIV, que faz uma correspondência com campos de cabeçalho do protocolo HTTP; a informação desse campo pode ser lida pelos browsers, e provocar algumas ações.


Título do Documento




Este documento, por exemplo, tem as seguintes informações:




<HEAD> - Coluna Eritieslens Santos







Alguns valores dos atributos META NAME são inseridos automaticamente por alguns editores, por exemplo: Generator e Author. Os campos Description e KeyWords ajudam a classificação da página em algumas ferramentas de busca. Essas informações não têm qualquer efeito na apresentação da página, mas servem como uma explicação ou documentação sobre as informações contidas nela.

Há poucos valores para META HTTP-EQUIV em uso. O mais comum é content-type, que indica o conjunto de caracteres usado na página: essa informação ajuda o browser a exibir corretamente os caracteres especiais que estiverem presentes no texto.

Um exemplo de uso comum do atributo HTTP-EQUIV é promover a mudança automática de páginas, atribuindo-lhe o valor Refresh, veja como esse efeito é conseguido:


...



onde:

refresh.html
    é a página a ser carregada automaticamente
segundos
    é o número de segundos passados até que a página indicada seja carregada.

Como foi comentado no exemplo, o efeito é interessante, mas para que serve? Se não pensamos em uma finalidade útil para esse efeito, caímos na tentação de usá-lo “à toa”.

A aplicação mais utilizada é a atualização automática de um documento que, por exemplo, tenha uma foto produzida por uma câmara de vídeo: pode-se forçar, com o Refresh, a atualização dessa página, mostrando para o leitor sempre uma imagem mais atual de algum evento sendo focalizado pela câmara. Outra utilização é em “chats”, ou em páginas que desviem a navegação por documentos desenvolvidos para browsers avançados.

Mais sobre: head, refresh, html.
Share Tweet
DESTAQUES
Mais compartilhados
Comentários