1992 - O ano em que Bill Gates previu o futuro dos computadores

O computador terá o tamanho que você quiser. Poderá ser do tamanho da sua carteira ou da sua parede. A pessoa andará com um computador do tamanho da carteira, dará os comandos através de teclados, da escrita manual ou da fala e as informações serão vistas em terminais planos, finos pendurados nas paredes. Nessas superfícies planas, substitutas daquilo que hoje são os tubos dos terminais e das televisões, aparecerão dados, filmes, textos, arquivos, o que quiser. Haverá telas desse tipo em todos os lugares. As pessoas terão enorme liberdade de escolha desses equipamentos. Não vai existir aquilo que hoje nós chamamos de “o meu computador

Por | @jonathanlamimkt Tecnologia
Esse é o meu primeiro artigo nesse ano de 2009, e antes de começar a compartilhar informações com vocês eu quero desejar um ano novo repleto de felicidade, realizações e sucesso pessoal e profissional.

Em 1992 a revista “Veja” publicou uma entrevista com Bill Gates, e nessa entrevista foi feita a ele a seguinte pergunta:

Como serão os computadores daqui a dez anos?

Bill Gates respondeu:

“O computador terá o tamanho que você quiser. Poderá ser do tamanho da sua carteira ou da sua parede. A pessoa andará com um computador do tamanho da carteira, dará os comandos através de teclados, da escrita manual ou da fala e as informações serão vistas em terminais planos, finos pendurados nas paredes. Nessas superfícies planas, substitutas daquilo que hoje são os tubos dos terminais e das televisões, aparecerão dados, filmes, textos, arquivos, o que quiser. Haverá telas desse tipo em todos os lugares. As pessoas terão enorme liberdade de escolha desses equipamentos. Não vai existir aquilo que hoje nós chamamos de “o meu computador”.

Diante dessa resposta, na época um tanto otimista, mas hoje uma grande realidade, vamos ver onde se encaixa cada colocação do grande e eterno Bill Gates no mundo de hoje.

“O computador terá o tamanho que você quiser. Poderá ser do tamanho da sua carteira ou da sua parede.”


Hoje temos computadores de todos os tamanhos, para todos os bolsos, e não falo de valor, mas sim do tamanho do espaço em que podemos guardar objetos nas nossas roupas. Hoje podemos ter um computador embutido em um celular. Quando ele fala do tamanho da parede faz relação às telas sensíveis ao toque (touch sensitive), onde todos os comandos são dados na própria tela, sem precisar de teclado ou mouse.

“A pessoa andará com um computador do tamanho da carteira, dará os comandos através de teclados, da escrita manual ou da fala e as informações serão vistas em terminais planos, finos pendurados nas paredes.”


Computadores do tamanho da carteira são os famosos palm-tops, smartphones e celulares com computador embutido. Os comandos dados via teclado seriam os comandos dados usando as teclas, os comandos de escrita manual seriam os comandos dados na própria tela, com o uso dos dedos ou de uma caneta especial e os comandos através da fala são os famosos ”comandos de voz”. Os terminais finos e planos pendurados nas paredes são as telas de plasma “ultra-fine”, que por sinal são uma maravilha.

"Não vai existir aquilo que hoje nós chamamos de “o meu computador”.


Antigamente pode-se dizer que os computadores eram únicos, cada pessoa tinha o seu e era uma disputa ferrenha para ver quem tinha o computador mais potente, pois a tecnologia da época não era como a de hoje, as limitações eram grandes e os computadores todos iguais. E além disso, o computador não era acessível a todos, pois para adquiri-lo devia-se dispor de uma quantidade um pouco alta. Hoje é possível até para as pessoas da chamada “baixa-renda” comprar um computador.

Passaram-se 17 anos após esta declaração de Bill Gates e não é que ele tinha razão no que estava falando. Tudo o que ele disse em 1992 é a mais pura realidade hoje. Vivemos em um mundo onde tamanho não é documento quando se trata de computadores e tecnologia em geral.

Deixo uma pergunta para vocês leitores, e aguardo a resposta de cada um nos comentários.

Por que será que o Bill Gates falou isso e não o Steve Jobs?

Mais sobre: computadores tecnologia evolução
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo