PostgreSQL - Inserção de linhas em tabelas

Aprenda como fazer insert em um banco de dados PostgreSQL

Por | @oficinadanet Programação
É utilizado o comando INSERT para inserir linhas nas tabelas:
INSERT INTO clima VALUES ('São Francisco', 46, 50, 0.25, '1994-11-27');


Repare que todos os tipos de dado possuem formato de entrada de dados bastante óbvios. As constantes, que não são apenas valores numéricos, geralmente devem estar entre apóstrofos ('), como no exemplo acima. O tipo date é, na verdade, muito flexível em relação aos dados que aceita, mas para este tutorial vamos nos fixar no formato sem ambigüidade mostrado acima.

O tipo point requer um par de coordenadas como entrada, como mostrado abaixo:
INSERT INTO cidades VALUES ('São Francisco', '(-194.0, 53.0)');


A sintaxe usada até agora requer que seja lembrada a ordem das colunas. Uma sintaxe alternativa permite declarar as colunas explicitamente:
INSERT INTO clima (cidade, temp_min, temp_max, prcp, data)
    VALUES ('São Francisco', 43, 57, 0.0, '1994-11-29');


Se for desejado, pode-se declarar as colunas em uma ordem diferente, e pode-se, também, omitir algumas colunas. Por exemplo, se a precipitação não for conhecida:
INSERT INTO clima (data, cidade, temp_max, temp_min)
    VALUES ('1994-11-29', 'Hayward', 54, 37);


Muitos desenvolvedores consideram declarar explicitamente as colunas um estilo melhor que confiar na ordem implícita.

Por favor, entre todos os comando mostrados acima para ter alguns dados para trabalhar nas próximas seções.

Também pode ser utilizado o comando COPY para carregar uma grande quantidade de dados a partir de arquivos texto puro. Geralmente é mais rápido, porque o comando COPY é otimizado para esta finalidade, embora possua menos flexibilidade que o comando INSERT. Para servir de exemplo:
COPY clima FROM '/home/user/clima.txt';


O arquivo contendo os dados deve poder ser acessado pelo servidor e não pelo cliente, porque o servidor lê o arquivo diretamente. Podem ser obtidas mais informações sobre o comando COPY em COPY.

Mais sobre: copy insert postgresql
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo

Siga nossas contas no Twitter