Há algum tempo atrás software livre era coisa de "nerd", mas agora ele está realmente LIVRE. Pessoas com pouco conhecimento em informática não estão nem um pouco afim de saber o que é código de programação, mas estão vendo o software livre com uma interface agradável e simples, fazendo deles uma alternativa ao Windows e outros programas proprietários.

Pra quem sempre teve vontade de ter um computador 100% livre, essa é a hora. Para muitos, o software livre antigamente era tachado como complicado, mas a chegada ao mercado de programas como o Ubuntu, o BrOffice e o Firefox, mudaram essa visão, uma vez que eles tornaram as suas ações como as de uma navegação pela Web.

O grande símbolo do software livre hoje é o Firefox, um navegador de internet que pode ser instalado em qualquer sistema operacional (livre ou pago). Na semana do lançamento da versão 3.0, o Firefox mobilizou 8,3 milhões de pessoas, com o número de 9 mil downloads por minuto. A empresa Net Aplications aponta que em um dia a noversão já é utilizada por cerca de 4% dos usuários de internet.

Esses números mostram a nova tendência do mercado de informática, uma vez que os usuários estão buscando outras opções.

O Internet Explorer, que já vem junto do Windows, em qualquer de suas versões mais atuais, possui uma fatia de 73,75% dos internautas; já o Firefox, produzido pela empresa Mozilla, possui a fatia de 18,4% dos internautas, mas esse número já foi menor, em 2006 o Firefox era utilizado por apenas 10,7% dos internautas.

Chegou a hora de avistar novos horizontes!!!