Introdução a JavaScript

Saiba o que é, como surgiu, pra que serve, o que é preciso ter pra iniciar o estudo desta linguagem, enfim, conheça a história do JavaScript.

Por | @oficinadanet Programação
Coluna Publicada anteriormente em 26/02/2006.

        Olá, me chamo Diego Arent, e a partir de hoje estarei expondo um pouco dos meus conhecimentos através de artigos sobre JavaScript aqui no Oficina da Net.
        Como é meu primeiro artigo, tentarei definir basicamente o que é JavaScript.


Como surgiu o JavaScript?
       - JavaScript é uma linguagem que foi primeiramente desenvolvida pela Netscape e que, inicialmente se chamava LiveScript. Antes do lançamento da 1ª versão do LiveScript, no final de 1995, a Netscape fechou uma aliança com a Sun Microsystems (Criadora da linguagem JAVA) , para desenvolverem em conjunto esta nova linguagem, que passou a se chamar JavaScript, também conhecida como JScript.

O que é JavaScript?
       - JavaScript é uma linguagem de programação simples que permite inserir lógica em códigos HTML, baseada em Java, porém, muito mais fácil de se utilizar. Não necessita de kit de desenvolvimento, nem requer compilação do código.

Onde é utilizada?
       - É muito utilizada como auxílio de criação para páginas web, a maioria das linguagens para Web tem suporte a JavaScript, sendo assim podemos inserir o código, tanto em HTML, ASP, etc...

Que linguagens preciso saber para começar com o JavaScript?
       - Na verdade, não precisa de nenhuma, mas eu recomendo, pelo menos o HTML, para que você possa entender algumas formatações do código.

Java e JavaScript são iguais?
       - Não, são apenas da mesma empresa (Sun Microsystems). O JavaScript é uma linguagem mais leve e bem mais simples que Java, mas, se você deseja aprender Java, o JavaScript pode ser muito útil, pois a sintaxe é bem parecida.

Que programas posso usar para criar e editar meus códigos?
       - Há alguns editores de web geral (Que permitem a criação de códigos para web, seje em ASP, PHP, HTML, etc...) mas, a maioria deles são pagos. Se você não tiver nenhum software de web geral, você pode usar o bloco de notas, mas, fique atento ao salvar o arquivo: se for JS incluso em HTML, salve .htm ou .html se for só JS você tem mais uma opção, .JS .


Dúvidas, críticas ou sugestões? Envie-me um e-mail.

“Abraços e até a próximo artigo.”
  - Diego Arent, colunista JavaScript.

Mais sobre:
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo