Apple perde briga judicial contra marca de roupas chamada de “Steve Jobs”

Apple alegou que a Steve Jobs havia se apropriado de elementos icônicos da marca. Como a maçã mordida.

Por Apple Pular para comentários
Apple perde briga judicial contra marca de roupas chamada de “Steve Jobs”

Segundo o periódico La Repubblica Napoli, a Apple havia entrado na justiça contra uma fabricante de roupas italiana, chamada de "Steve Jobs", e para o azar da maçã o resultado foi positivo para a marca de roupas. A empresa foi criada em 2012 pelos irmãos Vincenzo e Giacomo Barbato, que resolveram usar o nome do ex-CEO da Apple, ela fabrica entre calças jeans, camisetas, bolsas e outros acessórios.

A dupla explicou ao jornal italiano, que após a morte de Jobs, eles perceberam que a Apple nunca havia registrado a marca do nome do executivo, portanto, eles foram atrás da propriedade comercial. A Apple então entrou com uma ação judicial contra os dois, porém perdeu a batalha nos tribunais. A empresa processou os irmãos pelo fato de o logo da marca trazer um jota estilizado com uma mordida e uma folha no topo, características marcantes do icônico logo da maçã mordida da Apple.

No entanto, o juiz responsável pelo caso interpretou que a letra jota não é um elemento comestível, logo o recorte lateral não poderia ser uma mordida. Desta maneira, os irmãos Barbato não estariam roubando ou infringindo a propriedade comercial da empresa norte-americana.

Vincenzo e Giacomo ao lado do logo da marca.Vincenzo e Giacomo ao lado do logo da marca.

Não existem informações que apontem que a Apple irá recorrer a decisão, porém, a empresa pode encontrar outras formas de tentar impedir o uso do nome o ex-CEO na marca de roupas. Enquanto isso, a empresa italiana mantém o seu crescimento e pretende expandir seu catálogo de produtos. Os irmãos, também revelaram grandes ambições para o futuro, eles tem a intenção de lançar eletrônicos na Itália, partindo talvez um dia até para o ramo de smartphones, lançando um aparelho com a marca "Steve Jobs", que segundo eles, pode até chegar um dia a estar ao lado de iPhones nas prateleiras das operadoras.

Compartilhe com seus amigos:
Vinicius Schulz
Vinicius Schulz Futuro Publicitário, ligado em informática e tecnologia, apaixonado pela redação e na busca de alguns sonhos utópicos.
TWITTER: @viniischulz
Quer conversar com o(a) Vinicius, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias de Apple