O que é Empreendedorismo?

166 Comente abaixo Douglas Novato

Saiba sobre suas definições, casos de sucesso e cenários para o empreendedor.

Começamos pela definição de empreendedorismo. É o estudo dedicado ao desenvolvimento de competências e habilidades relacionadas à criação. Saber identificar oportunidades e transformá-las em realidade.

A importância do empreendedorismo está na geração de riquezas, promovendo crescimento, desenvolvimento. Gerar mudança tanto econômica quanto social.

Ser empreendedor

Ser empreendedor é possuir algumas das características como criatividade, pró-atividade, capacidade de organização, planejamento, responsabilidade, capacidade de liderança, habilidade de trabalhar em equipe, assumir riscos - calculados, controlar resultados, ter uma visão de futuro, aproveitar as oportunidades, ser agente de mudança, ser resiliente, saber ouvir, facilidade em comunicação e encarar os possíveis fracassos como uma oportunidade de aprender e ser melhor.

Fica difícil identificar um empreendedor diante de tantas características. Vamos a outras explicações.

Segundo Augusto Cury:

Ser um empreendedor é executar os sonhos, mesmo que haja riscos. É enfrentar os problemas, mesmo não tendo forças. É caminhar por lugares desconhecidos, mesmo sem bússola. É tomar atitudes que ninguém tomou. É ter consciência de que quem vence sem obstáculos triunfa sem glória. É não esperar uma herança, mas construir uma história... Quantos projetos você deixou para trás? Quantas vezes seus temores bloquearam seus sonhos? Ser um empreendedor não é esperar a felicidade acontecer, mas conquistá-la."  Confira e siga a seção de Empreendedorismo aqui no Oficina.

Está melhorando. Para ser um empreendedor não basta apenas ter uma boa ideia e querer cria-la sem antes muita dedicação no trabalho e nos estudos. Conhecer o que você quer é o primeiro passo de um longo caminho. Sempre fui fascinado pelo mundo da inovação. O dono da venda da esquina que cria uma novidade e em pouco tempo seu produto está conhecido regionalmente. Passado mais algum tempo, esse pequeno empresário chama a atenção de investidores e acontece o que ninguém esperava, aquele negócio familiar se torna um grande empreendimento.

Encontramos na internet e em livros diversos conselhos, passo a passo entre muitos métodos de como se tornar um empreendedor. Em todas as fontes que encontrei, implicitamente ou explicitamente, a criatividade é a principal lição. Explorar a criatividade em vários cenários, aprender sobre os mais diferentes assuntos estimulam a inovação. Por que inovar é tratar coisas de sua realidade de forma diferente e acreditar na sua ideia também é um ponto muito forte do empreendedor. Você compraria o que você está vendendo? Depois de ter certeza que sim, buscar o consumidor e torná-lo um fã do seu produto.

Ter ideias não é algo que possa ser ensinado. Particularmente, o processo de ter ideias vem em momentos de descontração. Por isso, tenho sempre em atalhos blocos de anotação para rascunhos de ideias súbitas que complementarei em outro momento mais tranquilo. Estamos passando por um momento que merece muita atenção pois possuímos condições de acesso a uma grande quantidade de conhecimento mas se esse conhecimento não for utilizado de forma criativa, não adianta nada. Com imaginação pode-se se criar tudo.

Segundo o vocalista da banda Iron Maiden Bruce Dickinson, o mundo dos negócios é como o oceano. “Se você fica parado, como o peixe, você será comido por tubarões. Se você tem fãs, clientes fiéis, então você tem algo realmente valioso. Desenvolver negócios é desenvolver algo valioso. Se você quer ficar no mercado, tem que pensar o que é valioso e o que seu negócio faz que seja único e especial.”. E completa que a relação pessoal, com contato olho no olho, é o que faz negócios darem certo.

A seguir, um vídeo que exemplifica o que é ser empreendedor. O "Sonhos que mudam o mundo" publicado no canal da Endeavor Brasil deixa materializado que acreditar no seu sonho e dedicar-se para realizá-lo é empreender.

Dia do Empreendedor

Aproveite e leia isto:

O empreendedor ganhou um dia para ser homenageado na data de primeiro de julho onde se comemora o Dia do Empreendedor Individual.

Casos de sucesso

O empreendedor tem como característica básica o espírito criativo e pesquisador. Ele está constantemente buscando novos caminhos e novas soluções, sempre tendo em vista as necessidades das pessoas. A essência do sucesso é a busca de novos negócios e oportunidades, além da preocupação com a melhoria do produto. Empreendedores questionam a realidade e fazem acontecer a evolução todos os dias, em todas as partes do Brasil e do mundo. Solucionando problemas de outras pessoas, de outras empresas ou de toda a sociedade, seus negócios são os grandes promotores do desenvolvimento.

Falar sobre casos de pessoas que tiveram resultados que ultrapassaram suas perspectivas é a forma de incentivar o empreendedorismo. Por isso, segue a história de sucesso de uma empreendedora que aproveitou a oportunidade e acreditou na sua ideia. 

Uma paulista, nos anos 90, que instalava cópias do Windows em empresas de Brasília. Após ser conseguir uma reunião com o dono da Microsoft, decide diversificar os negócios. Suas empresas, hoje, faturam em torno de 450 milhões de reais. 

asdfadaaaaaaaaaad
fonte: http://exame.abril.com.br/

Aproveite e leia isto:

Cristina Boner conversou com o exame.com e falou alguns detalhes sobre sua história de superação. Hoje, a frente do Grupo Globalweb, aos 56 anos, acho válido citar alguns detalhes de sua carreira de sucesso.

Os negócios que hoje faturam valores milionários iniciaram quando decidiu fazer o curso de Processamento de Dados na PUC de Brasília após largar a faculdade de arquitetura pois as notícias diziam que era uma área promissora. E relata que a diferença de comportamento foi percebida logo no início. Um curso onde a maioria dos alunos, nerds, passavam horas em frente as máquinas, Cristina buscava estágios para entender as necessidades do mercado em computação pois o objetivo era abrir um negócio no setor. Após a formatura, em 1984, atuou como professora de informática na faculdade a convite de professores.

O momento era de expansão de computadores pessoais e dos softwares da Microsoft. Como professora, teve acesso as primeiras versões do Windows. Diante das funcionalidades dos softwares que possibilitariam ganhos em produtividade nas empresas, ela teve a percepção de que a demanda teria grandes crescimentos nos anos seguintes e por isso, revendê-los seria uma oportunidade de negócios que poderia dar certo.

Em 1992 abriu o que seria a primeira empresa, a TBA, para revender softwares da Microsoft. Cristina conta que vendeu o carro para alugar uma sala comercial e comprar os primeiros softwares. Ela mesma saia para as vendas dos produtos enquanto a instalação ficava para ex alunos que havia convidado. Como eram produtos recentes, além da instalação era oferecido treinamentos sobre como explorar os recursos dos softwares adquiridos. Acrescenta que era o principal diferencial da TBA pois nenhuma outra fornecedora de TI fazia essa parte de treinamento. Já nos primeiros anos de vida, a empresa havia ganho destaque e por isso teria sido premiada como a melhor prestadora de serviços da Microsoft na América Latina.

Nesse breve relato da história de Cristina, percebemos comportamentos como sair da zona de conforto, perceber oportunidades. Ações sempre aliadas a dedicação e estudo. Continuando com detalhes da carreira de Cristina Boner.

Em 1996, Bill Gates esteve em Brasília e os negócios da TBA estavam crescendo por causa dos produtos da Microsoft. Cristina percebeu a oportunidade de conhecer a principal figura dos fornecedores de seus produtos. Mas estavamos falando de Bill, a agenda de Gates no Brasil estava complicadíssima. Ela encontrou uma maneira de chamar atenção de Bill Gates, então providenciou que no dia da visita, um avião sobrevoasse os céus de Brasília até a mensagem ser vista pelo fundador da Microsoft com uma faixa de 150 metros de comprimento, com a mensagem “Welcome Bill Gates. TBA”. E deu certo.

O fundador da Microsoft estava preocupado porque as vendas de seus produtos iam bem, mas faltava gente qualificada para instalá-los. Expliquei que dar consultoria sobre o uso dos softwares era parte do modelo de negócios da TBA.".

A empresa de Cristina naquela época já treinava seus próprios técnicos para a prestação do serviço. E essa ousadia rendeu frutos interessantes a TBA, a empreendedora comercializa os produtos da Microsoft até hoje. E esse encontro proporcionou a ela a percepção de que a prestação de serviço em informática abriria muitas oportunidades.

Mas empreendedor não são apenas vitórias, ela acrescenta que o perfil ousado também lhe rendeu fracassos. Ela citou que nos anos 90 investiu em um provedor de internet para residências num mercado de grandes empresas de comunicação onde a concorrência era muito forte. Após avaliar o cenário e as perspectivas futuras concluiu que desfazer do negócio seria a decisão correta para previnir perdas. Meses depois, em 2000, as previções tornaram-se verdade e provedores gratuitos à internet chegaram ao Brasil.

Quando se diz que devemos aprender com os fracassos, esse detalhe relatado é um bom exemplo onde um investimento teve que ser abortado precocemente por uma análise talvez superficial ou por ter arriscado e depois ter tido a percepção de voltar atrás. Ambos os casos são qualidades a se desenvolver por um empreendedor. Hoje, a Cristina Boner está a frente do Grupo Globalweb, criado em 2009 com outros sócios. Grupo com pequenas empresas que atendem a necessidades diferentes, atualmente são seis negócios que prestam serviços como construção de redes corporativas, armazenamento de dados na nuvem, terceirização de serviços em TI.

Tornar-se um empreendedor

Para tornar-se um empreendedor é preciso antes de tudo pensar como um empreendedor. E para isso, é necessário nos analisar e analisar também o ambiente que nos cerca. Ter um autoconhecimento. Saber seus pontos fontes, seus pontos vulneráveis. E depois dessa avaliação, buscar suprir os pontos fracos e fortalecer ainda mais suas vantagens. Enquadrar as características que percebeu sobre si e aperfeiçoá-las conforme as características citadas como as de um empreendedor. Sempre é possível treinar seus hábitos e características. Então, esteja sempre buscando agir com criatividade. Mas não se perca. Criatividade sem objetividade não gera resultados. Com o passar dos estudos, verá que automaticamente estará atrelando situações diversas para solucionar problemas, desde coisas simples até tarefas complexas. Assim, estará colocando sua criatividade em prática com foco em solução. Diante de um empasse, passe a avaliar o cenário e identificar as possibilidades. Separar o útil do descartável não é um processo fácil. Trata-se de sair da zona de conforto e ampliar sua visão de mundo. Existem alguns livros interessantes sobre empreendedores.

1-5 de 11Livros para Empreender

  • Para pensar como um empreendedor,segue alguns livros como sugestão de leitura. Casos de sucesso ou fracasso. Leituras para possibilitar dar direção aos seus sonhos.
  • 28 Mentes Que Mudaram o Mundo
O autor descreve como empresários como Steve Jobs, Warren Buffet, Sam Walton, Jeff Bezos e Bill Gates criaram os seus negócios.
  • Adapt: Why Success Always Starts with Failure
O autor mostra que mesmo os problemas mais complexos do mundo podem ser resolvidos por meio de experimentações e adaptações rápidas.
  • As 50 Melhores Ideias de Negoócios Dos Últimos 50 Anos
O autor descreve como algumas invenções foram criadas e qual era o contexto da época.
  • Business Model Generation
A obra oferece ferramentas para que o empreendedor possa projetar e implementar o seu modelo de negócio. Dessa maneira, é possível construir uma proposta de valor e identificar as possibilidades de sucesso de um negócio.

Aproveite e leia isto:

Agora, já com a postura empreendedora entranhada em seu perfil é hora de iniciar seus planos. Monte um plano de negócio. Analise o mercado. Esteja aberto para novas ideias e novos desafios. Questione suas habilidades. Descubra que você é e qual é sua paixão. Mas paixão sem nenhum talento não o levará tão longe quanto você poderia ir com seus talentos. Lembre-se que após identificado suas ações, tenha foco pois muitas coisas ao mesmo tempo pode levar ao fracasso. Não significa que não pode ter um plano B e sim que seu plano B é apenas para extremos pois senão seremos etermos entregadores de resultados medíocres. 

Seja eficaz, faça bem feito tarefas que realmente importam. Enviar 100 e-mails em uma hora, por exemplo, pode ser eficiente, mas é apenas eficaz se esses e-mails ajudarem você atingir suas metas. Não desista. Se tiver um propósito viável, talento e força de vontade, não desista pois deve se aprender com os erros. Pratique, aprenda, aceite rejeições e tente novamente, pois o sucesso vem de trabalho duro, resiliência e determinação. 

Li em algum lugar que “Sonhos grandes mudam o mundo, se você tiver disposição e garra para realizá-los!” e que "Ser um empreendedor é acreditar nas suas ideias. E para isso, sua vida estará sempre atrelada a sua ideia, consequentemente deverá amá-la." 

É isso

Nesse artigo, apresentei conceitos, teoriais, opiniões de pessoas com experiência em negócios, procurei mostrar depoimentos que me inspiraram para seguir com meu plano e com meus sonhos. Cito alguns livros que alguns já li, outros estão na minha lista e outros que fontes confiáveis sugerem que leiam para ampliação de visão de mundo. Falar de empreendedorismo e de ser empreendedor já é um desafio mas espero que tenham gostado.Voltarei escrever artigos complementares sobre o tema. 

Recomendamos para você
 

Compartilhe com seus amigos:
Mais de Empreendedorismo
  • Lean Startup: o que é?
    Lean Startup: o que é?
  • Canvas: Business Model Generation
    Canvas: Business Model Generation
  • Startup: o que é?
    Startup: o que é?
  • O que é Empreendedorismo?
    O que é Empreendedorismo?
  • 15 frases de Steve Jobs
    15 frases de Steve Jobs
Compartilhe com seus amigos:
últimos reviews
  • 8,4
    Review Samsung Galaxy K Zoom
    Nessas 2 últimas semanas passou por nossas mãos o potente Galaxy K Zoom, veja o que achamos dele.
  • 8,6
    Review Moto X - Segunda geração
    O aparelho da Motorola é a prova “viva” que o que está ótimo pode melhorar ainda mais.
  • 8,1
    Review Zenfone 5
    Tela de 5 polegadas, câmera de foto e vídeo superiores aos concorrentes, boa usabilidade e preço baixo. A Asus acertou n...

TOPO