Kindle Fire em alta no mercado

Comente abaixo Redação (@oficinadanet)

O Kindle Fire está em alta no mercado. Os números registrados em fevereiro revelam que o tablet da Amazon já é o responsável por mais da metade do total de tablets com Android comercializados nos Estados Unidos.

O Kindle Fire está em alta no mercado. Os números registrados em fevereiro revelam que o tablet da Amazon já é o responsável por mais da metade do total de tablets com Android comercializados nos Estados Unidos.

O tablet, que foi lançado em 2011, está tendo um crescimento acentuado. Nos últimos dois meses ele quase que dobrou o seu marketshare, disse a ComScore.

O que faz do Kindle Fire um sucesso? A resposta é bastante simples: boas especificações e preço baixo. As estatísticas de vendas do aparelho são melhores mesmo do que as expectativas. Em dezembro do ano passado o Kindle Fire possuía apensa 29,4% do mercado. Em janeiro desse ano o número já subiu para 41,8% e agora, registra nada mais do que 54,4%.

O mesmo sucesso não está tendo a Samsung com a sua linha Galaxy. Anteriormente representavam 23,8% do mercado, agora, o registro da conta de apenas 15,4%. Atrás da companhia está o Motorola Xoom, Asus Transformer, Toshiba AT-100, Acer Picasso, Acer Iconia, Dell Streak, Lenovo IdeaPad Tablet K1, Sony Tablet S e outros, todos com menos de 10% de participação.

Quem continua líder no mercado de tablets é o iPad, da Apple. Porém, o Kindle Fire está cada dia mais representando um potencial perigo à Apple.

 
Esta informação foi útil?
0 0
Relacionados
Comentários
Recentes
últimos reviews
  • 6,0
    [Vídeo] Review Samsung Galaxy Gran Prime Duos TV
    Testamos nestas 2 últimas semanas o Samsung Galaxy Gran Prime Duos TV, a nova aposta da marca sul-coreana no mercado de ...
  • 6,7
    Review Zenfone 6
    Maior aparelho da família Zenfone está no Brasil por R$ 999,00 e espera alcançar a mesma popularidade do Zenfone 5.
  • 8,1
    Review Samsung Galaxy S5
    O smarphone primogênito da família Galaxy é a evolução de seus descendentes, evolução porque não há grandes novidades, m...

TOPO